Mais três cidades incorporam ônibus elétricos no transporte público

ônibus elétricos

As cidades de Volta Redonda (RJ), Uberlândia (MG) e Cuiabá (MT), estarão em breve com ônibus elétricos circulando em suas linhas de transporte público. Com carroceria modelo Millennium fabricada pela Caio Induscar e chassis da BYD, serão oito unidades do ônibus 100% elétrico para Uberlândia, três para Cuiabá e uma para Volta Redonda. 

ônibus elétricos - Volta Redonda

Segundo informações divulgadas pela Caio, a cidade de Volta Redonda possui um projeto que transporta passageiros aos principais centros comerciais. Um veículo iniciou a implantação do projeto, em caráter experimental, em outubro de 2017, e em julho de 2018, o projeto entrou em fase definitiva.

Para garantir a disponibilidade de energia elétrica para o carregamento das baterias dos ônibus uma fazenda de painéis fotovoltaicos está em construção em Uberlândia, para reabastecer os coletivos e também contribuir com a produção de energia para a rede elétrica da cidade.

Em Cuiabá, a prefeitura realizou um estudo para entender as necessidades dos mais de 69 milhões de passageiros que circulam anualmente pelo transporte público da cidade e a incorporação de ônibus elétricos ao transporte coletivo faz parte desse estudo.

O modelo Millennium versão elétrica, encarroçado sobre chassi BYD, possui baterias com autonomia de 250 km por recarga e suspensão pneumática integral, que propicia conforto aos ocupantes do veículo. O sistema de rebaixamento bilateral (ECAS), possibilita o ajoelhamento da suspensão, resultando em mais conforto e segurança no momento de acesso ao ônibus.

Os ônibus possuem itens de tecnologia embarcada como tomadas USB, para recarga de equipamentos como smartphones e tablets, poltronas ergonômicas para os passageiros, itinerários eletrônicos em Led e preparação para itens de gerenciamento de frota.

Parceria

A Caio também mantém longeva parceria com a Eletra em projetos de eletromobilidade, voltados à evolução do transporte urbano por meio de tração elétrica: trólebus (rede aérea); híbrido (motor gerador e baterias); E-Bus elétrico puro (baterias),além do Dual Bus em duas versões: híbrido + trólebus e híbrido + elétrico puro.

Segundo nota divulgada pela Caio, a expectativa para 2019 é que seja apresentado o resultado de um novo projeto, fruto da sólida parceria entre as empresas. “A Caio Induscar está sempre na vanguarda, para trazer ao cotidiano, ideias que irão beneficiar a mobilidade no presente e no futuro”, informa o comunicado.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta