VWCO adota Big Data para criar produtos sob medida para seus clientes

Volkswagen Caminhões e Ônibus adota Big Data

Para atender necessidades específicas de seus clientes, a Volkswagen Caminhões e Ônibus se utiliza da aplicação do Big Data no desenvolvimento dos veículos.

Com o apoio das equipes de vendas e pós-vendas da companhia, a engenharia da montadora disponibiliza um protótipo com rastreador que mapeia todo o desempenho na operação real. A partir do cruzamento dessas informações com a do restante da frota, ganham os dois lados: a montadora faz uma aquisição exclusiva dos dados do veículo para aperfeiçoamento do modelo, ao mesmo tempo em que o cliente recebe avaliações profundas sobre o desempenho de sua frota.

Hitoshi Aoki, proprietário da Viação na Montanha, de Campos do Jordão (SP), tem se surpreendido com os dados levantados. Com uma aplicação bem atípica, em rota que envolve muitas ladeiras em grande altitude em que o ar chega a ficar rarefeito, Hitoshi tem frota cativa Volkswagen: 99% de seus veículos são da marca. Ele conta que tem aproveitado muito essa experiência e utiliza o conhecimento agregado para conscientizar seus motoristas, o que já vem refletindo em sua performance.

“Essa comunicação direta com a Volkswagen Caminhões e Ônibus é muito valiosa para nós. Os veículos evoluíram muito em termos de tecnologia embarcada nos últimos anos e nós, frotistas, ainda estamos aprendendo a lidar com todos os recursos. Com a ajuda da montadora, percebi, por exemplo, um novo conceito para gerir o negócio: o jeito mais eficiente de medir a rentabilidade do ônibus deve ser medida pelo custo do passageiro por litro de combustível e não simplesmente pela quilometragem”, esclarece.

Outra empresa que também participou ativamente desse projeto é a Viação Triecon, de Barra Mansa (RJ). “Realizamos um trabalho muito produtivo com a Volkswagen. O protótipo que testamos proporcionou um ganho de conforto significativo para o passageiro e também o motorista, graças à sua suspensão e seu sistema de amortecimento a ar. Integramos o modelo em nossa frota, com a mesma operação dos demais veículos e pudemos ajudar a ressaltar os diferenciais da engenharia brasileira na linha Volksbus”, atesta Luiz Garcia, gestor operacional da viação.

Resultados

Nesta primeira onda, o trabalho realizado com quatro empresas de ônibus impressionou tanto que influenciou a venda de mais de 50 chassis. Mais do que ouvir o cliente, a montadora atua junto em sua operação, avaliando todas as oportunidades de melhoria, tanto para o desenvolvimento do veículo como para apoiá-lo em ajustes de sua aplicação.

Já foram aplicadas, por exemplo, alterações customizadas no projeto para o melhor desempenho da frota, assim como o cliente identificou necessidade de treinar mais seus motoristas em alguns aspectos. A Volkswagen Caminhões e Ônibus não fornece apenas o chassi, mas toda uma solução de transporte.

Como funciona?

O conceito de Big Data para o cruzamento das informações levantadas pelo rastreador é a base de todo o teste. Mas por trás desse levantamento de dados, há toda uma estrutura de inteligência na fábrica e na rede de concessionárias.

Um engenheiro está dedicado a acompanhar dia a dia o desempenho desses veículos em operação, monitorando e analisando os dados para orientar a equipe na fábrica e também a do cliente. Em paralelo, o projeto conta com o suporte dos escritórios regionais de vendas e da rede de concessionárias, que são cruciais para viabilizar e garantir o amplo suporte à ação.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta