Volvo torna o VM ainda mais competitivo

Volvo VM 2020

O mercado ainda não está para peixe no semipesado, mas, mesmo assim, a montadora prosseguiu com os planos de atualização do Volvo VM com mudanças estéticas externas e internas na cabine buscando criar mais conforto e praticidade para seus operadores.

Com mudanças no para-choque, grade frontal e sistema ótico, o Volvo VM 2020 ficou com a “cara” mais parecida com o irmão mais parrudo FH. “O VM está agora muito mais perto do chamado Family Look da linha F”, disse Alcides Cavalcanti, diretor comercial de caminhões da Volvo .

Volvo VM 2020 - Álvaro Menoncin

Segundo a engenharia da Volvo, o para-choque tripartido do VM tem a função de facilitar a reparabilidade do VM, sem que seja preciso trocar a peça intera. “As mudanças diminuem os custos de manutenção”, disse Álvaro Menocin, gerente de engenharia de vendas de caminhões da Volvo.

Novas luzes de posicionamento na cabine garantem mais segurança ao VM. As chamadas “três marias” aumentam a visibilidade do caminhão na estrada durante o dia e a noite.

Outro diferencial é o FUPS. “É um sistema anti-intrusão para proteger ocupantes de carros em caso de colisões frontais com os caminhões. O VM sempre este na vanguarda da segurança”, disse Menocin.

A Volvo reposicionou o reservatório de água do climatizador, colocando-o sob a cabine, logo atrás da grade frontal. A mudança facilita o reabastecimento com a simples aberturada da grande. Antes, era preciso subir na parte de trás. Com remanejamento, o implemento pode ficar mais perto da cabine, ganhando maior cubagem.

Deflator de ar, mudanças em alguns porta-trecos internos também buscam facilitar a vida do dia a dia do caminhoneiro. Com estas mudanças estéticas e funcionais, a nova família do Volvo VM chega renovada às concessionárias com reajuste de 5% em seu preço.

A montadora projeta um crescimento entre 15% e 20% das vendas de semipesados no país, reaquecendo a demanda por modelos que fazem entregas de curtas e médias distância em função do aumento de consumo de bens.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta