“Volta ao Mundo” do Global Xpress realiza voo teste bem-sucedido

A Inmarsat, fornecedora de serviços globais de comunicação móvel por satélite, anunciou no início deste mês, a conclusão bem-sucedida de seu voo de teste “Volta ao Mundo” do Global Xpress. O exercício, que foi realizado em uma aeronave Gulfstream IV de 5 a 11 de junho de 2017, cobriu mais de 25 mil milhas e demonstrou a capacidade do Global Xpress de oferecer uma cobertura mundial perfeita através de vários feixes de foco concentrado e satélites.

Enquanto usuários governamentais e de negócios precisam, tradicionalmente, manipular planos de voo para evitar zonas com lacunas de cobertura e desempenho, o voo de teste teve total flexibilidade na seleção de rotas. A rota de voo abrangeu os hemisférios Norte e Sul, partindo dos Estados Unidos com escalas no Reino Unido, Emirados Árabes Unidos, Tailândia, Austrália e Fiji.

Um plano de dados Global Xpress baseado em assinatura foi configurado para a antena de uso aeronáutico Tail Mount Antenna (TMA) da Honeywell, com uma taxa garantida de transferência de dados de 4Mbps à frente e de 1Mbps de retorno, mas capaz de fornecer 15Mbps ou mais. Foram entregues à aeronave uma cobertura e um serviço uniformes enquanto ela se movia através de 28 feixes de foco concentrado, com transferências que passaram despercebidas pelos usuários; e três transferências de satélite para satélite foram realizadas de forma perfeita, segundo a empresa.

O plano global do terminal permitiu o acesso à rede Global Xpress em todo o mundo sem qualquer necessidade de coordenação prévia ou de receber arquivos de opções específicos de satélite. Durante o voo, o Global Xpress ofereceu suporte a aplicativos de voz, dados e streaming de missão crítica como videoconferências, acesso à Internet e transferência de arquivos em alta velocidade, VPN, além de chamadas telefônicas, e entregou ou excedeu a taxa garantida de transferência de dados.

O Global Xpress é a primeira solução comercial de ponta a ponta em banda Ka que oferece um serviço mundial. A Inmarsat constrói do zero os seus sistemas de satélites comerciais tendo em mente os usuários móveis. Com quatro satélites geoestacionários Inmarsat-5 de alta capacidade conectados entre si como uma rede, o Global Xpress oferece uma cobertura contínua e de alto rendimento. A arquitetura de feixes de foco concentrado do Global Xpress garante uma distribuição uniforme da capacidade, permitindo uma conectividade consistente e ininterrupta, independentemente de onde o usuário esteja operando, segundo a empresa. As antenas orientáveis em cada satélite Global Xpress permitem o aumento flexível da capacidade da rede, conforme a demanda dos usuários.

A Inmarsat oferece o Global Xpress como um serviço de assinatura gerenciada de ponta a ponta – Satcom como serviço – que permite o acesso a uma rede mundial sempre ligada, com gerenciamento, monitoramento e suporte 24/7. Sem taxas de infraestrutura ou investimentos em P&D de sua parte, os clientes viajam de um local para outro e simplesmente se “conectam” ao Global Xpress para obter o que precisam, onde precisarem e quando precisarem, releva a empresa.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta