Viagem virtual de helicóptero ao GLP Guarulhos

GLP Guarulhos

A GLP, empresa especializada em instalações logísticas, apresentou em seu estande da Intermodal um simulador de realidade virtual que leva potenciais clientes em uma viagem virtual de helicóptero até o condomínio logístico da empresa em Guarulhos (SP), onde é feito um sobrevoo no empreendimento, que tem mais de 400 mil m2 de área.

Com duração aproximada de sete minutos, a experiência oferece uma visão aérea da estrutura, enquanto um piloto virtual conduz a aeronave e dá informações e explicações sobre os diferentes módulos que compõem as instalações do GLP Guarulhos. O objetivo da ferramenta é mostrar o empreendimento aos clientes em toda a sua dimensão, dando uma perspectiva diferente do que eles teriam se chegassem ao local por acesso rodoviário. Pode-se observar tanto a área construída quanto o potencial construtivo que ainda poderá ser erguido e incorporado ao complexo, com uma simulação mostrada com hologramas durante a apresentação.

Mauro Dias, presidente da GLP

 

“Guarulhos hoje é nosso maior empreendimento e representa bem a qualidade técnica e os benefícios que os imóveis da GLP proporcionam para o cliente”, explica Mauro Dias, presidente da GLP. A empresa registra atualmente uma taxa de ocupação de 89% em seus imóveis que compõem um portfólio de 3,6 milhões de m2 de área total locável, em 36 cidades.

 

Segundo Dias – que durante a Intermodal participou do painel “Principais lições aprendidas com a crise econômica para o setor de logística” –, só 23% do estoque brasileiro de condomínios logísticos podem ser considerados “classe A”. “Há muito o que fazer e parte da nossa tese de investimentos no Brasil será exatamente isso, ou seja, há potencial de crescimento da economia e do mercado, mas também há necessidade de um processo de modernização e de substituição das unidades obsoletas e antigas”, diz. Mesmo com a recessão e uma queda de quase 4% na economia nos últimos dois anos, o mercado de locação de condomínios logísticos cresceu, ainda que mais lentamente. A absorção líquida nesse mercado que é a área adicional que foi locada, excedeu um milhão de metros quadrados nesse período.

O crescimento do e-commerce é um dos fatores impulsionadores desse mercado. Cerca de 20% de tudo o que a GLP loca está relacionado ao e-commerce.

O executivo alerta para a importância de observar os diferenciais de um condomínio logístico moderno que levam à otimização e possibilitam uma operação eficiente. A localização é o primeiro item a ser observado porque vai impactar diretamente no custo do frete; a disponibilidade e qualificação de mão de obra; a presença de docas com área construída de 500 m2 a 700 m2; altura do pé-direito em torno de 12 m; carga de piso de seis toneladas por m2; e uma estrutura preocupada com a eficiência energética para conter custos.

Outro atrativo é poder compartilhar custos com outras empresas que ocupam o mesmo condomínio logístico, como segurança, serviços das áreas comuns (restaurantes, vestiários), itens da infraestrutura que dão vantagem em relação a ser proprietário único de uma instalação.

“O nível de eficiência logística no Brasil ainda é muito baixo e há muito o que fazer em termos de otimização das operações, melhoria da eficiência e redução de custos”, comenta Dias, afirmando que esse tem sido o grande desafio das empresas do setor.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta