Mercado de caminhões cresceu 45% no quadrimestre

vendas de caminhões

As vendas de caminhões no mercado nacional continuam em alta e registraram aumento de quase 45% no primeiro quadrimestre deste ano, com o licenciamento de 29.966 veículos – foram 20.696 unidades licenciadas em igual período do ano passado. Os modelos pesados mantiveram a liderança entre os mais comercializados no país, com 15.150 carros emplacados de janeiro a abril, um aumento próximo a 63% nas vendas.

Segundo Luiz Carlos Moraes, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), são as vendas de caminhões extrapesados que estão puxando esse crescimento, principalmente por conta do agronegócio, e devem continuar na dianteira do mercado até o final de 2019. Outros segmentos, como semipesados e médios, estão mais dependentes do desempenho da economia e só deverão ter movimento expressivo se outros setores da economia vierem a crescer na mesma proporção do agronegócio, com mais equilíbrio do PIB (Produto Interno Bruto).

Mesmo assim, com exceção do segmento de caminhões leves, que apresentou queda de 5% no número de licenciamentos – 3.555 veículos emplacados de janeiro a abril, frente a 3.743 unidades em igual período do ano passado – os demais segmentos também cresceram em vendas. O licenciamento de semileves subiu 65,3%, para 1.869 unidades; o de médios aumentou 59,2%, para 3.021 carros; e o de semipesados cresceu 37,7%, para 6.371 veículos.

Veja também: automóvel mexicano é mais competitivo que o brasileiro

Já as exportações de caminhões sofreram uma redução de 64% nos primeiros quatro meses do ano, com uma queda de 10.067 veículos exportados de janeiro a abril de 2018, para 3.623 unidades no primeiro quadrimestre deste ano.

Ônibus

O segmento de ônibus também manteve a tendência de alta, com licenciamento de 6.395 unidades no quadrimestre, um aumento de 73,6% sobre igual período do ano passado. As exportações de ônibus caíram 18,3% no período, de 3.263 unidades vendidas ao exterior de janeiro a abril de 2018 para 2.643 em igual período de 2019. Com isso, a produção de chassis para ônibus teve retração de 12,5% no período. De janeiro a abril, saíram das linhas de produção das montadoras 8.914 ônibus, frente a 10.186 feitos em igual período do ano passado.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta