Passagem de ônibus em Jundiaí poderá ser paga com cartão de crédito ou débito

usuário de ônibus de Jundiaí

Em até 90 dias deverá estar em funcionamento pleno na cidade de Jundiaí, no interior paulista, o novo sistema de pagamento de passagem de ônibus com cartões de crédito, de débito e pré-pagos que tenham a tecnologia contactless, que permite que a transação seja feita com a simples aproximação do cartão junto ao validador instalado dentro dos ônibus. O sistema aceitará também o pagamento via celular ou por uma pulseira especial, sempre considerando que os mesmos tenham a funcionalidade sem contato.

A cidade está sendo pioneira no país na implantação dessa tecnologia desenvolvida pelas empresas Autopass e Mastercard, e com a participação da Prodata, provedora dos validadores, do banco Santander e da Samsung Pay.

O sistema foi baseado no modelo que é usado em Londres, na Inglaterra, desde 2012. Segundo dados da Autopass, cerca de um milhão de passagens/dia são pagas dessa forma na capital inglesa, o que representa mais de 25% do total de viagens.

Em Jundiaí, a nova tecnologia será instalada em 100% da frota, composta por mais de 300 ônibus, com idade média de seis a oito anos. A bilhetagem eletrônica está instalada em 100% do transporte público da cidade.

Segundo Élcio Sofiati, gerente da Transurb, operadora do transporte público de Jundiaí, essa medida vai dar mais agilidade principalmente para o usuário eventual, que paga em espécie. Considerando que os usuários que pagam em espécie representam hoje 20% do total, Sofiati acredita que cerca de 10% dos passageiros farão a opção por esse tipo de pagamento.

O prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado – que esteve presente no anúncio oficial da nova tecnologia, feito ontem (29/08), durante a Transpúblico, em São Paulo – destacou que a melhora da qualidade do serviço de transporte público será cada vez mais cobrada pela população e que Jundiaí será um exemplo positivo para todo o país. Silvestre Eduardo Rocha Ribeiro, gestor da pasta de mobilidade e transporte de Jundiaí, destacou que a participação do sistema bancário nessa nova forma de pagamento traz confiabilidade e segurança ao processo.

Esta não é a primeira experiência da Mastercard em participação no segmento de transporte público. No ano passado, também em parceria com a Autopass, a empresa realizou um piloto em São Paulo, com ônibus na região da Berrini e já havia testado no sistema de trilhos, no Rio de janeiro. “Agora, concluído o ciclo de piloto, começa a implementação em cidades inteiras, primeiro em Jundiaí, em breve vamos comunicar a Região Metropolitana de Curitiba e já temos um plano de expansão agressivo para outras cidades brasileiras”, revelou Fernanda Braz, diretora de desenvolvimento de negócios da Mastercard.

Fernanda Braz, diretora de desenvolvimento de negócios da Mastercard

A executiva destacou que a Mastercard é uma empresa de tecnologia que tem o objetivo de tornar os pagamentos mais simples e inteligentes e lembrou que a mobilidade urbana é um dos pilares estratégicos da empresa globalmente. “Nós nos inspiramos no modelo de Londres e trabalhamos para integrar a tecnologia de meio de pagamento com a tecnologia hoje existente no transporte. O objetivo é que o usuário possa, com seu próprio cartão, seja ele de crédito, débito ou pré-pago, pagar o transporte. Não é um modelo disruptivo de substituição de tecnologia, ao contrário, é uma tecnologia integrada, um substituto ao dinheiro circulante e com a proposta de trazer mais eficiência para os operadores de transporte”, afirmou. Em Londres, atualmente, os cartões representam mas de 30% no volume arrecadado.

“Este serviço agiliza o processo de pagamento e embarque, além da conveniência para o passageiro, já que não será necessário que o cliente digite a senha. É uma inovação a favor da mobilidade urbana e do cidadão”, declarou Rubens Gil Filho, CEO da Autopass.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta