Toyota e Suzuki ampliam aliança com participações acionárias

Toyota e Suzuki

Toyota e Suzuki anunciam acordo referente a uma aliança de capital, a fim de estabelecer e promover uma parceria de longo prazo entre as duas empresas para promover a colaboração em novos campos, incluindo o campo da direção autônoma.

As montadoras japonesas começaram a considerar a parceria comercial em 2016 e, em março deste ano, as empresas anunciaram que iniciariam considerações específicas para se envolver no desenvolvimento conjunto de produtos e colaboração na produção, além de promover o fornecimento mútuo de produtos, reunindo a força da Toyota em tecnologias de eletrificação e a força da Suzuki. em tecnologias para veículos compactos.

A Toyota planeja adquirir 24 mil ações (4,9%) ordinárias da Suzuki, com um valor total de US$ 908 milhões. Já a Suzuki planeja adquirir, através da compra no mercado, US$450,63 milhões em ações, equivalente a 0,2% das ações da Toyota.

Separadamente, o setor automobilístico está passando por um momento de viragem sem precedentes, tanto em escopo quanto em escala, não apenas por causa de regulamentos ambientais aprimorados, mas também por novas entradas de indústrias distintas e negócios de mobilidade diversificados.

As duas empresas pretendem alcançar um crescimento sustentável, superando novos desafios em torno do setor automobilístico, construindo e aprofundando relações de cooperação em novos campos, continuando sendo concorrentes, além de fortalecer as tecnologias e produtos nos quais cada empresa é especializada e suas fundações comerciais existentes.

Especificamente, para enfrentar os desafios juntos nesta era de transição, as montadoras planejam estabelecer e promover uma parceria de longo prazo entre as duas empresas para promover a colaboração em novos campos, incluindo o campo da direção autônoma.

A execução do acordo de aliança de capital é uma confirmação e expressão do resultado de discussões sinceras e cuidadosas entre as duas empresas, e servirá para construir e promover sua futura parceria em novos campos.

Esta é a segunda tentativa da Suzuki em tentar uma aliança baseada em participações cruzadas com outra grande montadora. Em 2009 a montadora japonesa havia tentado estabelecer uma aliança com o Grupo Volkswagen e esta também adquiriu uma participação de 20% na Suzuki. Mas a aliança teve vida curta – durou menos de 2 anos e implodiu, pois os esforços para criar projetos conjuntos falharam, levando a recriminações mútuas e a quebra de contratos. A aliança entre Suzuki e VW foi desfeita em 2015.

Atualmente, a Toyota tem o controle total da Daihatsu, possui 50,2% das ações da Hino, 16,8% da Subaru, 5,1% da Mazda e 3,6% da Yamaha.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta