Toyota anuncia investimento de R$ 1 bilhão em Indaiatuba

Toyota anuncia investimento

Em um novo ciclo de investimentos, a Toyota anuncia aporte de R$ 1 bilhão para a modernização de sua fábrica de Indaiatuba, no interior do estado de São Paulo.

O anúncio marca 20 anos de operação da montadora japonesa em Indaiatuba, onde produz o sedã médio Corolla, um dos carros mais vendidos do País em sua categoria.

Com o anúncio, a Toyota faz o primeiro investimento da indústria automotiva após a aplicação do Programa Rota 2030, reforçando a confiança da montadora asiática no mercado nacional.

De acordo com a montadora, o investimento visa aprimorar, atualizar e modernizar todos os processos na linha de montagem em um prazo de até 18 meses.

Contempla, ainda, o aperfeiçoamento de mão de obra por meio de atualizações técnicas, melhoria de ergonomia e treinamentos de toda sua força de trabalho.

“Com esse investimento de R$ 1 bilhão, nossa fábrica se tornará mais flexível e competitiva tanto no mercado interno quanto em exportações”, afirma Steve St.Angelo, CEO da Toyota para América Latina e Caribe e Chairman da Toyota do Brasil, Argentina e Venezuela.

20 anos de Indaiatuba

Para escolher Indaiatuba 20 anos atrás, a Toyota levou em consideração os aspectos logísticos e de qualificação de mão de obra ao selecionar o município do interior de São Paulo.

Com a compra de um terreno de 1,5 milhão de metros quadrados e com o posterior investimento de US$ 150 milhões, a Toyota do Brasil iniciou, em 1996, a construção das instalações de sua segunda fábrica no País.

Em setembro de 1998, com a produção do primeiro Corolla brasileiro, inaugurou-se oficialmente a unidade. Dois anos depois, foram investidos outros US$ 300 milhões para a ampliação.

Novos investimentos foram realizados em anos posteriores com o sucesso de venda do Corolla. Em março de 2014, ao iniciar a 11ª geração do modelo, a planta celebrou a marca histórica de 1 milhão de unidades produzidas do Corolla em Indaiatuba.

A empresa mantém uma pista de testes, localizada no entorno da fábrica. O circuito possui mil metros de extensão e 4,2 metros de largura para aprimoramentos no produto.

“Tenho certeza que este investimento trará muitos benefícios, com importantes melhorias na ergonomia e nas condições de trabalho de todos”, reflete Rafael Chang, presidente da Toyota do Brasil.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta