14 de abril de 2024

Startup revela protótipo de moto voadora

moto voadora

Veículos voadores, que eram exclusivo de filmes futuristas e de ficção científica, começam a ganhar o mundo real em forma de jetpacks. A startup californiana Mayaman Aeroespace acaba de mostrar um protótipo de moto voadora que visa atender a uma série de aplicações militares e de resgate.

O veículo, que está chamando de Air Utility Vehicle (AUV), possui oito motores a jato e é o terceiro protótipo em escala real desenvolvido pela Mayman, uma marca subsidiária lançada pela JetPack Aviation.

Do tamanho de uma motocicleta, o P2 Speeder possui corpo de fibra de carbono angular brilhante e posição do piloto ergonômica, projetada para desempenho aerodinâmico e  maximizar a eficiência do voo.


Talvez possa interessar: Dubai patrulhará os céus da cidade ao estilo Star Wars


A moto voadora é construída, segundo a empresa,  “com máxima eficiência de voo e redundância de sistema ultra segura”. Isso significa que, mesmo que um dos oito motores a jato falhe, os outros podem ajustar seu empuxo para garantir que o piloto não saia do controle graças a um sistema de computador de bordo que reequilibra instantaneamente o empuxo do motor.

moto voadora

O protótipo possui um design modular que pode ser configurado para voo autônomo ou pilotado remotamente. Embora esteja sendo direcionado para aplicações policiais, de resgate e militares como uma pequena aeronave pessoal VTOL, as configurações autônomas ou pilotadas remotamente expandiriam massivamente as aplicações potenciais da aeronave.

moto voadora

Tais aplicações incluem combate a incêndios e evacuação médica de emergência, onde os pacientes podem ser rapidamente transferidos para um hospital. Também poderia servir como transporte de carga industrial, com a capacidade de voar no modo de carga por 644 km a mais de 805 km/h.

A JetPack Aviation espera iniciar voos de teste controlados remotamente no terceiro trimestre de 2022, com os pilotos assumindo o controle no final do ano.

É natural que tenhamos uma expectativa positiva e que o veículo seja funcional. Mas…