17 de abril de 2024

Usina solar em estacionamento é inaugurada em Sorocaba

estacionamento solar

Localizada no bairro Alto da Boa Vista, a usina recebeu R$ 21 milhões em investimentos privados em uma estrutura de 4.589 módulos fotovoltaicos de 655 watts, que foram importados da China.

Juntos, eles devem produzir 3 megawatt-pico (MWp), em uma área de 30 mil metros quadrados, sendo 14 mil metros quadrados cobertos por painéis solares.

O estacionamento tem 789 vagas cobertas, mas inicialmente, apenas 37 vagas estarão preparadas para veículos elétricos. O restante da energia será comercializado no modelo geração distribuída compartilhada, isto é, pequenos e médios consumidores que fazem contratos com a geradora e recebem descontos na conta de luz emitida pela concessionária local.

Segundo a Viridian Ecoenergia, responsável por projetar a estrutura, o estacionamento tem capacidade de gerar energia suficiente para suprir o consumo médio de 2 mil residências populares.

E a produção estimada de 4.500 MWh/ano deve evitar a emissão de 7160 toneladas de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera.

“É um grande projeto que foi concebido com o que há de mais moderno no setor. Tivemos pelo menos 50 profissionais envolvidos, desde engenheiros até a equipe de obras. A estrutura metálica utilizada é leve e, ao mesmo tempo, resistente, o que reduz os custos com materiais e garante a segurança. Já os módulos fotovoltaicos seguem padrões internacionais de qualidade”, explica Luiz Cláudio Rosa, diretor da Viridian Ecoenergia.

Abastecimento e-Vtols

Olhando para o futuro do transporte, a usina solar também foi projetada com capacidade para abastecer veículos de pouso e decolagem verticais, cuja promessa é começar a aparecer no mercado em 2026.

eve da embraer

A Eve, controlada pela Embraer, concluiu os testes em túnel de vento para seu veículo elétrico. O plano é iniciar as operações comerciais com as aeronaves elétricas de pouso e decolagem vertical (eVTOLs) em 2026, e os testes em túnel de vento foram considerados essenciais para a futura produção e certificação.

A empresa tem trabalho com os stakeholders no desenvolvimento de infraestrutura para suportar as operações do eVTOL.

Na usina solar de Sorocaba, as vagas foram projetadas para ficarem 12,5 metros de distância umas das outras, e como a envergadura destes veículos elétricos aéreos é de 12 metros, viabiliza a usina para atuar também no seu reabastecimento, explica a Viridian.

“É uma usina na qual criamos o conceito de estacionamento para veículos com rodas, mas há a previsão de receber e guardar veículos elétricos de voo, além de abastecê-los no local, como se fosse uma ‘marina’ para os veículos do futuro”, completa Rosa.

Fonte: epbr