As soluções da ABB para portos e terminais de contêineres

A multinacional suíço-sueca ABB, uma das líderes em novas tecnologias de produtos para eletrificação, robótica, automação industrial e elétrica, apresentará durante a 23ª edição da Intermodal South America, que começa amanhã e vai até dia 6 de abril, no Transamérica Expo Center, em São Paulo (SP), seu portfólio de sistemas e soluções integradas para portos e terminais de contêineres.

Os sistemas de automação e eletrificação da ABB ajudam operadores de terminais no sentido de tornar as operações mais seguras, produtivas e ecológicas. “O segmento portuário é um dos principais motores da economia do país, principalmente em função das exportações. A ABB possui uma área de negócios exclusivamente voltada para esse mercado e dispõe de um portfólio completo de soluções customizadas, que oferece estudos da disposição do layout do pátio, estudos de economia de energia, eletrificação, automação e outros sistemas e produtos”, conta Jefferson Coelho, gerente de Marine & Ports da ABB Brasil.

Dado o crescente número de equipamentos movidos a energia elétrica como racks para contêineres refrigerados e outros consumidores elétricos, a infraestrutura elétrica é a espinha dorsal de um terminal de contêiner moderno. Otimizar essa infraestrutura elétrica requer conhecimento profundo sobre a distribuição de energia, desde a concepção do sistema até a execução do projeto. A utilização de equipamentos com energia elétrica reduz significativamente as emissões e o ruído de um terminal, o que melhora o ambiente de trabalho para os colaboradores que ali atuam e reduz seu impacto na comunidade ao redor. Combinado com a conexão de energia de terra para navio, as emissões durante as operações podem ser reduzidas ainda mais.

A automação é outro ponto que está dando um grande salto em muitas partes do mundo. Mais e mais terminais de contêineres estão adotando soluções automatizadas para enfrentar o desafio de navios maiores, guindastes mais altos e com maior alcance. Esta evolução muda o papel do ser humano no processo de movimentação de contêineres, do navio até o portão.

Veja também

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta