14 de abril de 2024

Red Bull Racing anuncia e-scooter em carbono inspirada na F1

Scooter Red Bull

Se você é aficionado por F1, provavelmente já se imaginou em um cockpit, pilotando uma daquelas máquinas. Enquanto seu sonho não se realiza, como consolo, você pode ter um veículo da Red Bull Racing, digamos, um pouco mais modesto.

A empresa está oferecendo uma scooter elétrica de fibra de carbono inspirada na F1.

Scooter Red Bull

Conhecida como RBS#01, a Scooter Red Bull foi criada pelos mesmos engenheiros que projetam os carros de Fórmula 1 da RBR. Possui um deck de fibra de carbono, guidão e… qualquer que seja o nome da parte que conecta o guidão ao deck, todos cobertos com um acabamento “naked” clear gloss.

Apesar do uso do material de construção leve, o RBS # 01 pesa cerca de  23 kg , o que é um pouco pesado para uma scooter elétrica. Dito isto, a construção de carbono também oferece “força insana”, tornando o veículo muito resistente a impactos e quedas.

A e-scooter é impulsionada por um motor de 750 watts, que produz 80 Nm (59 lb ft) de torque e oferece uma velocidade máxima de 45 km/h. A energia é fornecida por uma bateria de lítio de 50,4 V 15 Ah/760 Wh que, com uma carga de cinco horas permite uma autonomia de 60 km.

Scooter Red Bull

A scooter Red Bull se movimenta sobre rodas de liga de alumínio de alta qualidade revestidas com pneus semi-slick de 11 x 5,5-6,0 polegadas, sendo o último largo o suficiente para que os pilotos “se inclinem para os cantos com confiança e não se preocupem com buracos e grelhas de drenagem.” O poder de parada é fornecido por freios a disco hidráulicos de 4 pistões de alto desempenho.

Outros recursos incluem roteamento interno de cabos, uma tela de controle LCD montada na barra, além de um farol integrado e luz traseira. A scooter aceita um peso máximo do piloto de 120 kg e seus componentes eletrônicos são resistentes à água IP65, o que significa que podem suportar jatos de água de baixa pressão de qualquer direção.

Os interessados podem fazer um depósito de US$ 600 (R$ 3.180,00) agora, pelo do site da empresa, e pagar o saldo de US$ 5.400 (R$ 28,6 mil) devidos, no embarque, previsto para  o próximo verão (no hemisfério norte).