Salão do Automóvel de SP aponta tendências, mas ainda é dominado pela era do carbono

Salão do Automóvel de SP

Se o carbono e combustíveis alternativos são locais, a eletricidade vem de fora. No Salão do Automóvel de SP, a indústria automobilística nacional,por enquanto, investe em produtos viáveis para a realidade local – etanol ou gasolina. Seja em conceitos ou veículos já em produção, tecnologias mais sofisticadas podem ser admiradas, como sempre, nos importados.

Mercado profundamente abalado pela crise econômica, o Brasil perdeu posições e a possibilidade de entrar em novas tecnologias no mesmo compasso que os países mais desenvolvidos. Com o Inovar-Auto, vai ter de acelerar a pesquisa e desenvolvimento para sair da posição de coadjuvante na competição global.

Atrapalha também a entrada do Brasil em uma nova era da mobilidade a falta da infraestrutura e uma legislação que prepare as ruas e estradas para veículos que terão uma inteligência artificial, a ponto de atingirem uma acidentalidade perto de zero.

O evento de 2018 é uma boa oportunidade para os consumidores enxergarem o futuro por meio de uma janela. Também podem relembrar os antigos e ver o que a indústria prepara para os dias atuais.

Entre os grandes fabricantes nacionais, há novos produtos e projetos muitos interessantes, embora a tecnologia predominante ainda fique nos combustíveis fósseis ou alternativos, como o nosso eficiente álcool em termos de emissões.

Mas como subsidiárias de grandes marcas, os fabricantes já podem disponibilizar produtos desenvolvidos em qualquer parte do mundo. O Brasil tropicalizará muitas dessas tecnologias e fará ajustes no design, ainda que a um preço meio fora da realidade da grande maioria dos consumidores.

Salão do Automóvel de São Paulo - Bolt

A GM, por exemplo, aposta no elétrico Bolt, que chega a partir do ano que vem no mercado local por cerca de R$ 180 mil. Já testado e avaliado localmente por especialistas, o veículo, apesar do alto preço, é a primeira experiência comercial da montadora para uma nova era da mobilidade no Brasil.

Salão do Automóvel de São Paulo - Renault Zoe

A Renault também colocou o Zoe à venda no mercado brasileiro por R$ 149 mil.O veículo pode ser testado pelos visitantes durante as duas semanas em que o evento ficará aberto ao público no São Paulo Expo, na Imigrantes.  

A GM é claro destaque outros modelos da sua linha. Deve chamar a atenção dos visitantes o esportivo Camaro, com novo design, também na versão cabriolet.

A Volkswagen também promete para o ano que vem uma versão híbrida do Golf no Brasil. Também resgatará a nomenclatura GTS para dar esportividade ao Polo.

Salão do Automóvel de São Paulo - I.D. Vizzion

Em termos futuristas, a VW presentou o modelo I.D. Vizzion. A VW promete ampliar para 15 suas fábricas aptas a produzir veículos elétricos no mundo. Por enquanto, o Brasil ainda não está neste mapa.

Salão do Automóvel de São Paulo - T-Cross

A grande aposta da VW está em seu primeiro SUV T-Cross. A empresa surpreendeu ao apresentar a picape média T-Cross, que deverá ser a concorrente da Fiat Toro. A caminhonete pode adentrar a linha de produção no ano que vem.

Salão do Automóvel de São Paulo - Fiat Fasback

A Fiat apresentou o conceito Fastback, um conceito baseado nas novas tecnologias e que mistura formas de um SUV, hatch e sedã. Sua identidade visual deverá nortear o design da nova geração de veículos da marca a partir da próxima década. Também apresenta a versão 500x para testar a aceitação do público durante o salão.

Pertencente ao mesmo grupo, a Jeep comemora a marca de 500 mil veículos produzidos no Brasil a partir de Pernambuco, onde diz ter sua fábrica mais tecnológica do mundo. A Jeep resgatou o nome Willys, que identificará uma série especial a ser comercializada no ano que vem.  

Salão do Automóvel de São Paulo - Territory

O destaque da Ford é o SUV médio Territory, um veículo posicionado acima do EcoSport. A Ford aproveita o salão para testar entre o público brasileiro a aceitação do modelo. A montadora apresentou também uma versão do EcoSport. A esportividade é representada pelo Mustang BTS 1000.

Salão do Automóvel de São Paulo - i-Ride

Montadora que vem galgando posições e credibilidade no mercado brasileiro, a Toyota preparou seu estande com modelos do passado, do presente e do futuro. Um mini conceito mostra a visão da montadora para o futuro. Autônomo, o i-Ride circulará durante as Olimpíadas de Tóquio. A Nostalgia ficou por conta do velho Bandeirantes e o sedã Corolla marca o presente.

Outra japonesa conceituada, a Honda traz o novo Accord, que será o novo top de linha da marca a partir do ano que vem no mercado nacional.

Salão do Automóvel de São Paulo - Kia Stinger

A Kia Motors do Brasil apresenta nesta edição do Salão 14 modelos. O grande destaque é o sedã  Esportivo Stinger GT, motor V6 e 370 cavalos de potência.

Salão do Automóvel de São Paulo - Ioniq Elétrico

Já a Hyundai fez um anuncio surpresa durante o Salão: a chegada em 2019 do Ioniq, modelo de propulsão elétrica e recursos de direção autônoma que será vendido na América do Sul.

Estrelas

Quem roubou a cena no primeiro dia de apresentação aos jornalistas especializados, foram a Audi e Mercedes-Benz. Fabricantes de carros de alto valor, são elas que introduzem as tecnologias mais inovadoras, pois seus clientes podem pagar por veículos mais avançados.

A Mercedes-Benz apresentou o Concept EQ, o primeiro de uma linhagem puramente elétrica que já está chegando aos mercados mais desenvolvidos.

Salão do Automóvel de São Paulo - AMG One

Já o AMG One deve atrair todos os olhares no Salão por trazer para as ruas os conceitos de um autêntico carro de Fórmula 1. A empresa vendeu 275unidades dessa raridade, três delas para o Brasil. Também mostrou o novo Classe A nas versões hatch e sedã. Também voltará a vender o Smart no Brasil.

A Audi trouxe o Q8 com nível 3 de autonomia. O carro é a representação mais real do futuro, principalmente, nas vias europeias. O futurista E-tron também chama a atenção. Também podem ser vistos os novos A46 A7 e A86, além da perua superesportiva RS4.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta