Rodovia dos Bandeirantes é a melhor do país pelo quinto ano consecutivo

Pelo quinto ano consecutivo, a Rodovia dos Bandeirantes foi eleita a melhor rodovia do país.
Entroncamento Anhanguera - Bandeirantes

Pelo quinto ano consecutivo, a Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), administrada pela CCR AutoBAn, foi eleita a melhor rodovia do país, segundo a 20ª edição da Pesquisa CNT (Confederação Nacional do Transporte) divulgada em outubro.
A Via Anhanguera (SP-330), que integra o trecho sob concessão da CCR AutoBAn entre São Paulo e Cordeirópolis, ocupa a terceira colocação.

O anúncio acontece durante semana de comemoração do 38º aniversário de inauguração da rodovia, entregue ao tráfego em 28 de outubro de 1978, após um período de aproximadamente 26 meses de construção. Em conjunto com a Via Anhanguera forma o Sistema Anhanguera-Bandeirantes, importante interligação entre a capital paulista e as cidades de Jundiaí, Campinas e estados do Centro-Oeste e Norte do país.

A Rodovia dos Bandeirantes é administrada pela CCR AutoBAn desde 1998. Neste período, a concessionária já investiu R$ 2,9 bilhões (julho/2016) em obras e melhorias, como o prolongamento de Campinas a Cordeirópolis, que representou um aumento de 78 km na extensão da rodovia, e a construção da quarta e a quinta faixa entre São Paulo e Jundiaí, entregues em 2006 e 2014, respectivamente.

A Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto (SP-300), administrada pela CCR AutoBAn no trecho entre as Rodovias Anhanguera e dos Bandeirantes, em Jundiaí, que passou a contar recentemente com faixa adicional na pista oeste (sentido Itu), aparece em 9º lugar na Pesquisa CNT de Rodovias 2016.

  • Ranking CNT 2016
  • 1º – São Paulo/SP – Limeira/SP – SP-348 (Rodovia dos Bandeirantes)
  • Bauru/SP – Itirapina/SP – SP-225
  • 3º – São Paulo/SP – Uberaba/MG –SP-330/BR-050 (Via Anhanguera)
  • 4º – São Paulo/SP – Taubaté – SP-070
  • 5º – Barretos/SP – Bueno de Andrade/SP – SP-326
  • 6º – Ribeirão Preto/SP –Borborema – SP-330/BR-050, SP-333
  • 7º – São Paulo/SP – Itaí/SP – Espírito Santo do Turvo/SP – SP-255, SP-280
  • 8º – Araraquara/SP –São Carlos/SP – Franca/SP – Itirapuã – SP-255, SP-318, SP-334, SP-345
  • 9º – Tietê/SP – Jundiaí/SP – SP-300 (Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto)
  • 10º – Catanduva – Taquaritinga/SP – Ribeirão Preto – SP-322, SP-323, SP-330 e SP-351

Curiosidades da Rodovia dos Bandeirantes (SP-348)

  • O nome da rodovia é uma homenagem aos Bandeirantes, desbravadores paulistas que durante o período colonial percorreram o interior do país em busca de índios e pedras preciosas
  • A Rodovia dos Bandeirantes foi inaugurada no dia 28 de outubro de 1978. A rodovia foi construída em 26 meses, dentro do cronograma estipulado pelo Governo de São Paulo
  • Em 2016, a Rodovia dos Bandeirantes completa 38 anos
  • Desde 1º de maio de 1998 a Rodovia dos Bandeirantes é administrada pela CCR AutoBAn dentro do 1º lote do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo. Neste período, a CCR AutoBAn já investiu R$ 2,9 bilhões em obras e melhorias na rodovia (jul/2016)
  • Em julho e dezembro de 2001, a CCR AutoBAn entregou as obras do prolongamento da rodovia, com a construção de um trecho de 78 quilômetros entre Campinas e Cordeirópolis
  • A Rodovia conta com 53 câmeras de circuito fechado para monitoramento de tráfego e 283 telefones de emergência, instalados a cada quilômetro da rodovia
  • Cerca de 500 mil veículos trafegam diariamente pela rodovia

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta