Produção do e.Go Mover, com sistema da ZF, deve começar em 2019

e.go mover

A ZF, uma das líderes mundiais em driveline e tecnologia de chassis, calcula que a demanda por veículos comerciais autônomos atinja, aproximadamente, um milhão de unidades nos próximos cinco a sete anos. A empresa vem aplicando sua experiência no e.Go Mover, veículo autônomo e elétrico cuja produção em série está prevista para começar em 2019.

A ZF está fornecendo tecnologia para esse veículo como sócia da recém-fundada joint-venture e.GO Moove GmbH. O e.GO Mover faz parte de uma proposta logística totalmente digital, incluindo hardware, software e serviços. A empresa está equipando o e.Go Mover com sistemas de acionamento elétrico, sistemas de direção e freios, bem como com o computador central ProAI, da ZF (que utiliza inteligência artificial), e sensores que permitem funções de condução automatizada.

O veículo autônomo para entregas foi desenvolvido para reduzir a carga de trabalho das empresas de transporte e, segundo informações da ZF, empresas de mobilidade vêm demonstrando grande interesse no e.Go Mover, já que veículos comerciais autônomos podem constituir um modelo comercial atrativo. Ao utilizar veículos autônomos elétricos para serviços de entrega de encomendas, a ZF apresenta outros exemplos para tecnologias conectadas digitalmente. Com essas tecnologias, os funcionários das empresas não terão que guiar ou estacionar, pois o veículo realizará essas atividades de forma independente, indo de um destino a outro, com zero emissões.

Wolf-Henning Scheider, CEO da ZF, e Günther Schuh, fundador e CEO da e.GO Mobile AG, com sede em Aachen, na Alemanha, anunciaram que a produção em série será iniciada em Aachen. A joint-venture e.Go Moove GmbH une a fabricação de veículos de transporte de pessoas e cargas primariamente para as necessidades de mobilidade urbana do futuro. Inicialmente, está previsto um volume de produção anual de cinco dígitos.

“Fornecedoras de sistemas, como a ZF, podem ser beneficiar da tendência mundial de condução automatizada e eletromobilidade,” disse Scheider, durante o Dia de Tecnologia da ZF de 2018, em Friedrichshafen, Alemanha. “O e.GO Mover é o primeiro veículo pronto para produção com sistemas ZF que constitui um conceito de mobilidade autônoma para cidades“, acrescentou.

Vantagem para veículos comerciais

Durante o IAA 2018 – Feira de Veículos Comerciais de Hannover, que acontecerá em setembro, a ZF exibirá outros casos de aplicação para o seu supercomputador ZF ProAI e para o amplo conjunto de sistemas relacionados de sensores que podem ajudar a aumentar a eficiência e economizar custos em toda a cadeia logística.

Scheider vê claramente as vantagens para os veículos comerciais quando se trata da introdução de sistemas autônomos. “Inicialmente, esperamos que as atividades de condução automatizada sejam cada vez mais comuns nas instalações das empresas e em armazéns logísticos, em portos ou em ambientes agrícolas, uma vez que, nessas condições, as operações tendem a ser mais recorrentes e os ambientes não são muito complexos”.

Segundo ele, também é esperado que a tecnologia prevaleça no transporte de cargas e de passageiros, pois isso poderá reduzir os custos operacionais e, ao mesmo tempo, ajudar a aumentar a segurança para os usuários das estradas. Ele acredita que, como fornecedora dos segmentos de veículos de passageiros, caminhões, ônibus, comerciais leves, agrícola e construção, a ZF encontra-se em uma posição privilegiada para criar sinergias entre essas áreas.

Aplicação possível em quatro segmentos de atuação

A estratégia e a velocidade corretas são essenciais: “Em um ambiente tecnológico cada vez mais complexo, as empresas que puderem oferecer, rapidamente, subsistemas perfeitamente harmonizados ou soluções completas de sistemas terão uma clara vantagem. É assim que alinhamos a estratégia da nossa empresa”, disse o CEO da ZF.

“O foco estratégico da ZF é ser um fornecedor de sistemas que molde a “Mobilidade para a Próxima Geração”. Queremos fornecer soluções de sistemas que possam atender a todos os requisitos potenciais quando se trata da mobilidade do futuro”, ressaltou Scheider. Com o seu amplo portfólio de produtos e competências, a ZF já é ativa nos campos tecnológicos relevantes. Ao dominar a integração de sensores, unidades de controle e controle de movimento veicular, a ZF conquistou uma forte posição no mercado.

A empresa se concentra em quatro campos: condução automatizada, acionamentos elétricos, sistemas integrados de segurança e controle de movimento veicular – tudo isso para tornar a experiência de condução o mais confortável, prazerosa e segura possível aos ocupantes do veículo. Além disso, a ZF configurou a sua própria nuvem da Internet das Coisas (IoT) para permitir a ampla conexão em rede entre os sistemas. A ZF estará ativa globalmente com todas essas aplicações nos segmentos de veículos de passageiros, veículos comerciais, fora-de-estrada e para tecnologia industrial.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta