Produção de ônibus cresce 53%

produção de ônibus cresce 53 por cento

A produção nacional de carrocerias para ônibus apresentou crescimento de 53% nos primeiros quatro meses do ano, segundo levantamento feito pela Associação Nacional dos Fabricantes de Ônibus (Fabus). De janeiro a abril saíram das linhas de produção das seis maiores indústrias do setor 5.431 carrocerias, frente a 3.554 unidades feitas em igual período de 2017.

A Marcopolo manteve a liderança com a produção de 2.603 produtos (Marcopolo + Marcopolo Rio), um crescimento de 116% sobre as 1.205 unidades registradas nos primeiros quatro meses do ano passado. A Neobus, adquirida pelo grupo Marcopolo, foi a única das seis encarroçadoras a apresentar queda na produção do período, com 317 veículos fabricados, uma retração de 29% em comparação às 450 unidades feitas entre janeiro e abril de 2017.

 

O segundo maior volume produzido foi da Caio Induscar, com 1.410 carrocerias feitas nos primeiros quatro meses deste ano, volume 23% superior ao registrado no mesmo período do ano passado.

A Mascarello produziu 638 veículos de janeiro a abril, o que representou um crescimento de 37% sobre o volume fabricado em igual período de 2017. A Comil registrou um aumento de 69% na sua produção com 313 unidades feitas entre janeiro e abril, frente a 185 fabricadas em igual período do ano passado. Já a Irizar, que produz exclusivamente carrocerias para ônibus rodoviários, fez 150 unidades no primeiro quadrimestre do ano, volume 47% maior que os 102 carros fabricados de janeiro a abril de 2017.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta