Desembarcam no Brasil os primeiros caminhões BYD adquiridos pela Corpus

primeiros caminhões BYD

Já estão no Brasil os primeiros seis caminhões BYD 100% elétricos de um total de 200 unidades encomendadas pela Corpus Saneamento e Obras, para serem utilizados no serviço de coleta e transporte de resíduos.  Os veículos foram embarcados no início de junho, na cidade de Changsha, na China, e fazem parte do primeiro lote de 21 unidades com entrega programa para este ano.

Os caminhões não emitem gases de escapamento ou qualquer fumaça na atmosfera, possuem manutenção simplificada e são bem mais silenciosos que os veículos tradicionais utilizados na limpeza urbana. Utilizam como fonte de energia bateria especialmente desenvolvida para a eletrificação veicular, com tecnologia exclusiva de Fosfato de Ferro Lítio (reciclável e com vida útil de até 30 anos). Têm PBT técnico de 21 toneladas na versão 4×2 e autonomia estimada de oito horas de operação por recarga (cerca de 200 quilômetros).

 “Antes de entrar em operação, os novos caminhões passarão por uma revisão de entrega e receberão o compactador de resíduos com sistema eletro hidráulico, desenvolvido em parceria com a Danfoss. Esse sistema substitui as tradicionais alavancas e garante maior eficiência energética e redução do nível de ruído no funcionamento do equipamento”, explica Charles Fioravante, gerente de manutenção de frota da Corpus.

 Essa inovação também dá maior eficiência às operações de coleta e compactação de resíduos e contribui para o conforto dos profissionais, por substituir o esforço natural para a movimentação das alavancas por uma simples pressão no botão de acionamento, com redução do nível de ruídos e vibrações do sistema e do consumo de energia elétrica.

 Os caminhões BYD contam também com modernos sistemas “one pedal drive” e KERS de recuperação de energia elétrica pela energia cinética obtida no uso dos freios. Sem o pedal de embreagem e com transmissão de quatro marchas, o sistema permite ao motorista conduzir o veículo utilizando apenas o acelerador. Nas frequentes reduções de velocidade para a coleta de resíduos, o freio motor provocado nas desacelerações contribui para o acúmulo de energia do conjunto de baterias, ampliando a autonomia do veículo. De acordo com a Corpus o uso do “one pedal drive” pode ser feito em 90% do percurso.

 “O eT8a é o caminhão de lixo mais silencioso e confortável do mercado, garantindo o bem-estar e a satisfação da população. Diferente dos caminhões movidos a diesel, sua transmissão está diretamente ligada ao motor, sem embreagem. Para facilitar as partidas nas mais íngremes rampas, possui torque máximo de 1.500 Nm a partir de zero rpm, o maior da categoria, uma revolução em relação aos convencionais, que possuem menos torque e somente a rotações bem mais elevadas”, explica Carlos Roma, diretor de vendas da BYD do Brasil.

 “Com a emissão zero, deixamos de emitir aproximadamente 14 toneladas de CO2/mês/veículo (Combustão de 1 litro de diesel produz aproximadamente 4 quilos de CO2, o consumo de um caminhão é de aproximadamente 10 l/h, o mesmo trabalha aproximadamente 360 h/mês), que é o maior responsável pelo efeito estufa. Passamos a gerar maior conforto aos colaboradores e à comunidade, pela melhor dirigibilidade, segurança e baixo nível de ruídos (menor estresse). O desempenho é bem superior em todas as condições de operação, chegando a ser sete vezes mais eficiente”, enfatiza Fioravante.

Vantagens e diferenciais do caminhão BYD eT8A

BYD eT8A
  • Emissão zero: Bateria de Fosfato de Ferro Lítio não contém metais pesados e o eletrólito é atóxico, com nenhuma emissão de poluentes da produção ao uso final;
  • Eficiência energética incomparável (significativa economia em custo de combustível);
  • Menor Custo Total de Propriedade (TCO): Custo de manutenção reduzido por conter menos partes móveis;
  • Transmissão automatizada de quatro marchas: reduz a fadiga e o stress do condutor devido à ausência do pedal de embreagem e alavanca de câmbio;
  • Segurança: com a transmissão automatizada, o motorista pode manter as duas mãos ao volante e atenção total na operação do veículo;
  • Maior disponibilidade do caminhão;
  • Frenagem regenerativa

1 Trackback / Pingback

  1. Desembarcam no Brasil os primeiros caminhões BYD adquiridos pela Corpus - Chico da Boleia

Deixe uma resposta