Audi apresenta seu veículo de série com nível 3 de condução autônoma

novo Audi A8

O novo A8 foi apresentado esta semana, durante a Audi Summit, que aconteceu em Barcelona, na Espanha.

Com previsão para ser lançado no final deste ano,  o novo A8 abusa da tecnologia embarcada e as funções de condução autônoma são a mais notáveis. A quarta geração do sedan é o primeiro carro de produção a incluir capacidades autônomas de Nível 3.

 

O Audi A8 fornece um nível de autonomia que permite ao condutor folhear uma revista ou ler seus emails

Isso significa que o motorista poderá tirar as mãos do volante completamente por longos períodos de tempo, em condições específicas. Ele fornece um nível de autonomia que permite ao condutor folhear uma revista ou ler seus emails. É bom lembrar que o nível 3 exige que o motorista esteja preparado para assumir o controle quando as condições começam a exceder as capacidades do sistema autônomo.

A condução autônoma de nível 3 do A8 permite a operação em trânsito lento até 60 km/h. Uma vez que o botão é pressionado, o carro assume todas as funções de partida, aceleração, frenagem e direção, liberando o condutor a fazer outra coisa.

 

 

“Eles podem tirar as mãos do volante de forma permanente e, dependendo das leis nacionais, se concentrar em uma atividade diferente que é suportada pelo carro, como assistir a TV de bordo”, explica a Audi.

O veículo possui uma câmera que faz monitoramento e o sistema emite alertas se sentir que o motorista está sonolento ou estiver dormindo. Assim que o trânsito começar a se mover a velocidades acima de 60 km/h, o A8 informa o motorista com um alerta de vários estágios, e se o motorista não retomar a direção, o carro trava até parar.

A descrição da operação do sistema traz à tona o debate sobre o nível 3 de condução. Alguns fabricantes de automóveis e líderes da indústria acreditam que os sistemas de nível 3 devem ser ignorados devido à incerteza em torno da passagem entre o carro e o motorista.

 

O Audi A8 possui 12 sensores ultra-sônicos espalhados pelo carro, quatro câmeras de 360°, uma câmera frontal na borda superior do pára-brisas, quatro radares de médio alcance nos cantos, um radar de longo alcance na frente, uma câmera infravermelha frontal e um scanner laser frontal

O novo A8 também marca o lançamento do piloto de estacionamento remoto Audi AI e sistemas de garagem remota, que permitem que o carro se estacione em um espaço ou garagem com o motorista fora do carro. O motorista pode sair, iniciar o procedimento de estacionamento pelo aplicativo myAudi e mudar para uma visualização ao vivo das câmeras de 360° do carro.

A Audi pretende iniciar a produção desses sistemas de direção e estacionamento no ano que vem.

O novo A8 possui um sistema de suspensão adaptativa que usa dados da câmera frontal para detectar mudanças na superfície da estrada e ajusta as configurações da suspensão em cada roda individualmente para se adaptar às condições do terreno.

A Audi afirma que o sistema praticamente elimina solavancos e entrega um manuseio preciso e dinâmico. Também pode melhorar a segurança trabalhando com o sistema de monitoramento pré-sentido de 360°. A suspensão ativa pode levantar o lado do corpo do carro em até 3.1 polegadas (7,87 cm) no caso de colisão lateral iminente. As alças laterais e a estrutura do piso ocupam uma maior parcela da força de colisão, ajudando a cortar até 50% das cargas de impacto nos ocupantes.

O Audi A8 possui 12 sensores ultra-sônicos espalhados pelo carro, quatro câmeras de 360°, uma câmera frontal na borda superior do pára-brisas, quatro radares de médio alcance nos cantos, um radar de longo alcance na frente, uma câmera infravermelha frontal e um scanner laser frontal.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta