MRS Logística e Novelis América do Sul firmam parceria para transporte de contêineres no estado de São Paulo

MRS e Novelis

A MRS Logística e a Novelis América do Sul assinaram um contrato, com duração de cinco anos, para transporte ferroviário de contêineres com garantias de volume e atendimento. Será construído um terminal ferroviário dentro da planta da Novelis em Pindamonhangaba (SP), para executar o escoamento de carga com origem e destino aos Portos de Santos e Itaguaí. A previsão é de que sejam transportadas bobinas de alumínio laminado e produtos recicláveis do metal.

O novo contrato entre MRS e Novelis faz parte do projeto de expansão da principal fábrica da Novelis no Brasil, em Pindamonhangaba. Com um investimento de R$ 650 milhões, o projeto prevê um aumento anual da capacidade de produção de chapas de alumínio de 100 mil toneladas e a de reciclagem de 60 mil toneladas. Com a expansão, a fábrica passa a ter capacidade produtiva anual de, aproximadamente, 680 mil toneladas e de 450 mil toneladas para reciclagem do metal.

“Trata-se de um contrato bastante significativo para nós, uma verdadeira quebra de paradigma. Pela primeira vez, fechamos um contrato para o transporte de contêineres que prevê a construção de um ramal ferroviário conectando a planta do cliente diretamente à ferrovia, com cinco anos de duração e de forma que nos assegura volume por todo esse período. Além desses diferenciais, é uma conquista, também, por aumentar, obviamente, nosso volume em Carga Geral”, acrescenta Rodrigo Napoleão, gerente comercial de industrializados e granéis da MRS Logística.

O aumento da capacidade produtiva será suportado por melhorias na infraestrutura do sistema logístico da empresa: será construído um terminal exclusivo para conectar a unidade de Pindamonhangaba à linha da MRS, que por sua vez atende três dos principais portos do país, de Santos (SP), Itaguaí (RJ) e Rio de Janeiro (RJ). Prevista para ser concluída no fim de setembro, a construção do novo terminal ferroviário, que será operado pela Novelis, diversificará os modais de transporte e oferecerá uma alternativa mais sustentável. Com o projeto, a Novelis poderá reduzir em até 73% suas emissões de CO2 no transporte de seus produtos em comparação ao transporte rodoviário.

“A parceria MRS e Novelis para a construção do terminal ferroviário, em nosso maior centro de reciclagem e laminação de alumínio, diversifica a atuação da empresa nos modais de transporte e de logística, além de ser uma alternativa mais sustentável e eficiente para nossos clientes. Para a Novelis, disseminar nosso propósito de que juntos criamos um mundo mais sustentável é importante para continuarmos promovendo mudanças significativas em nossas áreas de atuação”, comenta Felipe Santos, diretor de suprimentos da Novelis América do Sul.

A MRS é uma operadora logística que administra uma malha ferroviária de 1.643 km nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Hoje, a companhia está entre as maiores ferrovias de carga do mundo, com produção quase quatro vezes superior àquela registrada nos anos 1990. Quase 20% de tudo o que o Brasil exporta e um terço de toda a carga transportada por trens no país passam pelos trilhos da MRS. Sua produção é diversificada, entre as principais cargas transportadas estão: contêineres (peças automotivas, bebidas, eletroeletrônicos, materiais minerais, polímeros etc.), siderúrgicos, cimento, bauxita, agrícolas, coque, carvão e minério de ferro.

No Brasil, a Novelis possui atividades de laminação em Pindamonhangaba e Santo André (SP). A operação local envolve cerca de 1.500 profissionais e alcançou receita de US$ 2,1 no último ano fiscal. A fábrica de Pindamonhangaba foi inaugurada em 1977 e é considerada um dos maiores complexos de laminação e reciclagem de alumínio do mundo.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta