Mercedes lança Sprinter Golden Edition

Sprinter Golden Edition

Depois da experiência positiva que a Mercedes-Benz teve no ano passado com o lançamento de uma edição especial limitada a apenas 20 unidades da van Sprinter, que teve o objetivo de celebrar os 20 anos da marca no país, a montadora lança agora a Sprinter Golden Edition, uma tiragem de 100 carros equipados com atributos especiais para oferecer aos fãs desse segmento um produto diferenciado e exclusivo.

Foi escolhido o modelo Sprinter 415 CDI 15+1 (15 passageiros e um motorista), já que essa é a versão mais vendida da linha no mercado brasileiro. Entre os itens escolhidos para tornar especiais esses exemplares estão recursos tecnológicos como o piloto automático com limitador de velocidade, que mantém aceleração estável para dar maior conforto, segurança e melhorar o consumo de combustível; câmera de ré que pode ser ajustada no computador de bordo; e assistente de partida em rampa, que auxiliar o motorista em aclives, tanto de estradas quanto no trânsito urbano. 

Jefferson Ferrarez, Sprinter Golden Edition

Externamente, a van se destaca pela cor escolhida exclusivamente para essas 100 unidades, em uma tonalidade entre o dourado e o prateado que remete ao nome Golden Edition, assim como um adesivo, criado com o conceito de uma medalha de ouro, aplicado na traseira do veículo. A montadora repete nesta tiragem a grade frontal cromada, usada na edição de 20 anos, que dá uma certa sofisticação e contrasta com as exclusivas rodas de liga leve na cor preta. “É um conjunto estético interessante para os amantes da marca”, comenta Jefferson Ferrarez, diretor de vendas e marketing de vans da Mercedes-Benz do Brasil.

Além dos detalhes que customizam essa série, a Sprinter Golden Edition mantém atributos já encontrados na linha de vans, como ar-condicionado com regulagem digital independente para a cabine do motorista e o salão de passageiros; ESP Adaptativo, que dá maior estabilidade em manobras, independente do número de pessoas a bordo; e Assistente de Ventos Laterais (Crosswind Assist), um recurso que auxilia em meio a rajadas de ventos laterais que podem tirar a estabilidade da condução do veículo.

Na opinião de Ferrarez, esse perfil de produto com roupagem especial atrai novos clientes que posteriormente podem se tornar fiéis à marca. “Isso foi constatado quando lançamos a edição de 20 anos da Sprinter”, relembra o executivo, quando alguns consumidores adquiriram pela primeira vez um veículo da linha e viraram clientes da marca. Ele ressalta que a montadora procurou manter um preço atraente – R$ 191 mil – já que o intuito é o de “homenagear os clientes”. 

Leandro Zillig, Sprinter Golden Edition

A primeira unidade da Sprinter Golden Edition foi comercializada na semana passada para a empresa Azul Locadora, especializada no transporte de passageiros, escolar (30% do negócio) e corporativo (60%), um exemplo de cliente que se fidelizou após adquirir a primeira Sprinter, no ano passado, na edição comemorativa dos 20 anos. Segundo Leandro Zillig, diretor comercial da Azul Locadora, depois que a empresa adquiriu os primeiros veículos da marca, é bastante comum pessoas que veem os carros da empresa na rua telefonarem para fechar contrato com a condição de que o veículo contratado seja uma van Sprinter.

Entre as motivações para aquisição desse modelo, Zillig destaca o custo-benefício, o conforto e a manutenção. “A Mercedes tem um programa de manutenção muito forte que entrega um custo-benefício ao longo da vida do veículo que nos permite saber quanto vamos gastar, isso é importante para nosso planejamento financeiro. Essas edições limitadas também nos dão vantagem no momento de revenda do produto. O valor de revenda da Sprinter é maior que o de outras marcas”, afirma.

Além disso, características como a altura da cabine e a resistência do produto são fundamentais para a atividade da empresa que trabalha fortemente no nicho de pessoas com deficiência. Os veículos são adaptados para o passageiro entrar com a cadeira de rodas, cujo peso pode chegar a 300 quilos. “Já tive produto que não suportou o peso do equipamento”, conta Zillig.

A Azul tem uma frota de 70 vans, sendo cinco Sprinter e outras cinco do mesmo modelo deverão chegar até o final do ano. “Demoramos para entrar na marca Mercedes, mas agora não sairemos mais. Nosso laboratório é o cliente e quando ele quer, nós queremos”, afirma Zillig. O motorista da empresa, Vitor Carvajal, também se declara satisfeito com o desempenho dessa linha e assinala que as tecnologias como partida em rampa, computador de bordo e a ergonomia das Sprinter auxiliam e agregam qualidade ao trabalho do condutor. “O carro é macio para suportar as ruas do país. O cliente não sente tanto o impacto das más condições das ruas”, assinala Carvajal.

Mercado

Na avaliação de Ferrarez, o consumidor que vai comprar um exemplar da Golden Edition é o cliente que quer mais conforto e melhor condição de dirigibilidade do carro, com mais sofisticação em termos tecnológicos e não, necessariamente, mais luxo.

Os atributos que customizam essa série limitada podem ser um laboratório para as inovações da nova Sprinter, que também será fabricada na planta industrial da Argentina. Seu lançamento ainda não foi definido, mas a estimativa é de que chegue ao mercado no final do segundo semestre do próximo ano.

A Sprinter lidera as vendas da categoria large vans, que inclui vans de passageiros, furgões e chassi com cabine. São mais de 130 mil produtos emplacados no mercado brasileiro desde o lançamento da linha, há 21 anos. Nos últimos seis anos (de 2012 a 2018) a montadora cresceu mais de 20 pontos percentuais de participação de mercado, saltando de 15% para os atuais 36%.

De janeiro a agosto foram 4.751 unidades emplacadas do modelo Sprinter, um aumento de 27% sobre igual período do ano passado e dez pontos percentuais acima dos 17% de crescimento desse segmento no mercado geral. 

Na previsão de Ferrarez, o mercado de large vans deverá manter o ritmo até o final do ano, com um crescimento de 20% a 23% sobre o ano passado e a Mercedes deve acompanhar essa performance. Em 2017 foram emplacados 17.200 carros e este ano o mercado deverá atingir em torno de 21.000 unidades.

O segmento de furgões é o que tem sido mais favorável para a montadora, com vendas de janeiro a agosto 53% acima do mesmo período do ano passado. A Mercedes tem participação de 33% nesse mercado. Segundo Ferrarez, há movimento favorável no setor de ambulâncias, tanto para os governos quanto para a iniciativa privada. As cargas fracionadas também têm incentivado esse movimento, com o aquecimento da economia e o contínuo aumento do e-commerce.

Os outros dois segmentos de large vans também apresentam alta no ano. A Mercedes elevou em 12% as vendas de vans de passageiros até agosto, com o emplacamento de 2.028 unidades e uma participação de 57% no mercado, e cresceu 8% até agora no nicho de chassi com cabine.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta