Mercedes-Benz vende 72 rodoviários de 15 metros

Mercedes-Benz vende 72 chassis rodoviários

A Mercedes-Benz fechou a venda de 72 chassis de ônibus rodoviários modelo O 500 RSDD 8×2, com carroceria de 15 metros de comprimento, para um grupo de seis empresas de transporte do Rio Grande do Sul: Unesul Transportes, Planalto Transportes, Viação Ouro e Prata, Viação Santa Cruz, Mingotti Turismo e TTL–Transporte Turismo Ltda.

Os novos veículos Double Decker (de dois pisos), que serão entregues entre setembro e novembro deste ano, com carroceria Marcopolo, servirão à renovação da frota usada em linhas rodoviárias de média e longa distância. Farão a interligação de cidades entre as regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Norte do Brasil e poderão operar também em linhas internacionais cobertas por essas empresas, que levam à Argentina, ao Paraguai e ao Uruguai. Esse modelo é direcionado ao turismo de luxo.

A mudança na legislação, que desde o início deste ano permite ônibus rodoviários com carrocerias de 15 metros de comprimento – um metro a mais que o praticado anteriormente – tem impulsionado novos negócios nesse segmento. Além desta venda mais recente, a Mercedes-Benz já havia comercializado no primeiro semestre 22 ônibus O 500 RSDD de 15 metros, sendo 12 para o Grupo Águia Branca, do Espírito Santo, e dez para a Viação Garcia, do Paraná.

Walter Barbosa, diretor de vendas e marketing de ônibus da Mercedes-Benz do Brasil, assinala que o rodoviário de 15 metros oferece mais espaço para bagagens e permite a oferta de serviços diferenciados, o que aumenta a satisfação dos usuários. A versão Double Decker possibilita a configuração de até 52 poltronas do tipo convencional no piso superior e até 16 poltronas do tipo semileito no piso inferior.

 

 

A expectativa de Barbosa é de que o mercado de ônibus encerre este ano com um volume próximo a 11.500 unidades comercializadas, superando os 11.162 ônibus emplacados em 2016.

Para o segmento rodoviário – que computou 572 unidades comercializadas de janeiro a julho, em queda de 7% sobre igual período do ano passado – a previsão é de vendas de 1.400 unidades até o final do ano, um resultado positivo em comparação aos cerca de 900 licenciados em 2016. A Mercedes tem participação de 46% no mercado nacional de ônibus rodoviários. De janeiro a julho deste ano, a montadora comercializou 385 unidades nesse nicho.

Além da liberação das carrocerias de 15 metros, o executivo acredita que a recuperação do mercado de rodoviários é possível porque há uma demanda reprimida, esse segmento vem segurando a compra de novos veículos há muito tempo, no aguardo da regulamentação das autorizações de operação das linhas interestaduais, e agora precisa renovar a frota.

Já o segmento de ônibus urbanos registrou queda de 44% no volume comercializado de janeiro a julho (2.439 veículos) em comparação a igual período do ano passado. De acordo com Barbosa, o nicho de ônibus escolares registrou o segundo maior volume comercializado nos primeiros sete meses deste ano, com 1.644 veículos comercializados, uma alta de 313% sobre o mesmo período de 2016.

Feira de ônibus

O anúncio da venda dos 72 ônibus rodoviários foi feito durante a Transpúblico, feira de ônibus que aconteceu esta semana em São Paulo, organizada pela Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU).

A Mercedes-Benz expôs no evento seu chassi superarticulado O 500 UDA (piso baixo), também oferecido na versão MDA (piso alto). A montadora já comercializou mais de 1.000 superarticulados para a cidade de São Paulo, nos últimos quatro anos. Além deste modelo, a empresa mostrou o chassi OF 1724 L, com suspensão pneumática, e aproveitou para divulgar seus planos de manutenção para ônibus e as tecnologias EIS (sistema de desligamento automático do motor) e RKM (módulo de recuperação de energia elétrica), que ajudam a reduzir o consumo de combustível e a emissão de poluentes.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta