Mercedes-Benz e Bosch inauguram estacionamento autônomo

estacionamento autônomo

A Mercedes-Benz e a Bosch estão testando um estacionamento sem motorista (estacionamento automatizado) no parque de estacionamento de vários andares no Museu Mercedes-Benz em Stuttgart.

A partir de um smartphone, os carros seguem para o espaço de estacionamento sem necessidade do motorista controlar a manobra de dentro do veículo.

 

 

O estacionamento automatizado é um importante marco a caminho da condução autônoma. Os testes no estacionamento do museu representam a primeira solução de suporte à infraestrutura do mundo para um serviço automatizado de condução e estacionamento. A partir de 2018, os visitantes do museu poderão experimentar o serviço em primeira mão.

“A  condução autônoma no Museu Mercedes-Benz demonstra, de uma forma enfática, até que ponto a tecnologia chegou”, disse Michael Hafner, Chefe de Automação de Condução e Segurança Ativa da Mercedes-Benz Cars Development.

O estacionamento sem condutor é possível graças a uma infraestrutura inteligente de estacionamento da Bosch, em conjunto com a tecnologia do veículo da Mercedes-Benz. Os sensores instalados no parque de estacionamento monitoram o corredor de direção e seus arredores e dirigem o veículo. A tecnologia a bordo do carro executa manobras de condução seguras em resposta aos comandos da infraestrutura do parque de estacionamento e para o veículo em tempo útil quando necessário. Os sensores para infraestrutura e a tecnologia de comunicação são da Bosch. A Daimler está fornecendo o parque de estacionamento do museu privado e veículos piloto, definindo a interface entre infraestrutura e veículo junto com a Bosch e adaptando a tecnologia de sensores e o software nos veículos em conformidade.

A Bosch e a Mercedes-Benz pretendem utilizar este projeto para adquirir experiência em termos de usuários e manuseio de estacionamento com manobrista automatizado. Outros parques de estacionamento existentes de vários andares podem ser adaptados com a tecnologia da infraestrutura. Para os operadores de parques de estacionamento de vários andares, o estacionamento sem condutor significa um uso mais eficiente do espaço disponível: até 20% de veículos a mais cabem no mesmo espaço.

A Bosch e Daimler firmaram, em abril, uma aliança para o desenvolvimento de um sistema para veículos totalmente automatizados (nível 4) e sem motorista (nível 5), que deverá estar disponível nas ruas até o início da próxima década (veja matéria).

A parceria prevê também o desenvolvimento e implementação de um sistema de navegação para táxis autônomos.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta