Marca chinesa SuperSnow desembarca no Brasil

supersnow

Com uma perspectiva de crescimento no curto e médio prazo, a marca SuperSnow, da chinesa Zhengzhou Kaixue Cold Chain, prepara a sua entrada no mercado brasileiro e aproveitou a Fenatran, que aconteceu este mês em São Paulo, para expor seus equipamentos.

A empresa apresentou três produtos focados no mercado de distribuição. Os equipamentos, denominados KX 350, KX 450 e KSD 800, já são comercializados na África, Austrália, Oriente Médio e Sudeste da Ásia, além da China, trazem também soluções que asseguram mais espaço útil para a carga.

SuperSnow KX 450
KX-450 pode equipar baús de até 22 m3 e congelados até 16m3

“Os evaporadores são ultrafinos para minimizar o espaço interno no baú e permitir maior espaço útil de carga. Os equipamentos têm controlador micro processado, com opção de Data Logger e utilizam gás refrigerante 404A”, explica Paulo Lane, da empresa Market Assess, que está assessorando a SuperSnow na América Latina.

SuperSnow KX 350
KX-350 tem compressor acoplado para distribuição de produtos resfriados em baú de até 20 m3 e congelados até 15m3 com opção com stand-by elétrico

Outro diferencial da marca será no pós-vendas. Mesmo que em um primeiro momento os equipamentos sejam importados, a empresa já está em pleno processo de desenvolvimento de uma rede de vendas e serviços nas principais cidades do país.

SuperSnow KSD
KSD-800 possui motor diesel independente e um elétrico auxiliar para viagem larga distância ou distribuição de produtos resfriados em baú de até 40 m3 e congelados até 32m3

“A SuperSnow tem como diferencial de assegurar uma excelente performance, uso de componentes globais de primeira linha e um TCO (sigla para Custo Total de Operação em inglês) menor do que os outros fabricantes. No pós-venda, a empresa é muito forte e presente em todos os mercados em que atua”, pontua Lane.

O KX-350 é um equipamento com compressor acoplado para distribuição de produtos resfriados em baú de até 20 m3 e congelados até 15m3 com opção com stand-by elétrico.

Já o KX-450 também com compressor acoplado e opção com stand-by elétrico, pode equipar baús de até 22 m3 e congelados até 16m3.

Por fim a empresa apresentou o KSD-800, um equipamento com motor diesel independente e um elétrico auxiliar para viagem larga distância ou distribuição de produtos resfriados em baú de até 40 m3 e congelados até 32m3.

Entrada no Brasil

A empresa iniciou o processo de internacionalização em 2006, com exportações para África, América Central e Sul, Austrália, Oriente Médio, Sudeste da Ásia e outros. Atualmente exporta para mais de 70 países.

Paulo Lane esclarece que a América Latina e Caribe compreende uma região com aproximadamente 650 milhões de pessoas, 8,5% da população mundial, com grande potencial de crescimento e muitas oportunidades de desenvolvimento e melhoria da Cadeia do Frio. “E na América Latina, o Brasil é o país com maior potencial de crescimento do segmento de produtos perecíveis”, finaliza.

A empresa

A Zhengzhou Kaixue Cold Chain Co. Ltd, que comercializa seus produtos com a marca Super Snow, é uma empresa com foco em equipamentos para a Cadeia do Frio. Fabrica e comercializa equipamentos de refrigeração para caminhões, ar condicionado para ônibus, expositores para supermercados e câmaras frias. Iniciou suas atividades em 1998 como um concessionário de vendas e serviços Carrier Thermo King. Em 2006 expandiu sua operação para uma fábrica de 3.100 m2 e 100 funcionários. Em 2015 abriu uma segunda fábrica de 2.480 m2 especializada em fabricação de equipamentos de refrigeração para transporte e ar condicionado de ônibus. Em 2018 tornou-se o maior fabricante na China de equipamentos de refrigeração para transporte. Desde 2014 abriu capital com ações na bolsa (SEEQ).

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta