Los Angeles Metro assina com a BYD um dos maiores contratos de ônibus elétricos na história dos EUA

Los Angeles Metro e BYD

Em uma votação unânime, o Conselho da Los Angeles Metro, empresa que opera um dos maiores sistemas de transporte dos Estados Unidos, assinou um contrato para adquirir 60 ônibus de modelo K9, de 12 metros, totalmente elétricos com o fabricante local BYD. Este é um dos maiores contratos individuais para ônibus elétricos da história dos EUA e vai gerar 59 novos empregos diretos na fábrica da BYD em Lancaster, na Califórnia.

A empresa LA Metro espera usar os ônibus para eletrificar a operação da Silver Line, que corre por todo o condado, de El Monte até o centro de Los Angeles e do centro para o sul, até San Pedro. Esta rota abrange uma série de comunidades que defendem significantemente que a política ambiental tenha como necessidade esse tipo de investimento na qualidade do ar.

“As comunidades ao longo da Silver Lane merecem ar limpo e estamos satisfeitos por a LA Metro estar comprometida com operações elétricas”, disse Stella Li, presidente da BYD America. “Além de um passeio mais silencioso e com emissões zero ao longo da Silver Lane, esses ônibus significam mais empregos no condado de Los Angeles. Estamos muito felizes em começar a trabalhar produzindo esses ônibus para a LA Metro”, afirmou Li.

Este contrato ocorre semanas depois que a BYD assinou um acordo de benefícios comunitários com a coligação Jobs to Move America, que inclui organizações comunitárias, de fé, trabalhistas e ambientais que trabalham para promover bons resultados de emprego e equidade através de investimentos em trânsito.

“Após Londres, Sydney e Amsterdã, esse novo contrato de Los Angeles demonstra que os ônibus elétricos estão ficando cada vez mais competitivos pelo mundo todo. E no Brasil, logo mais, também veremos grandes contratos para melhorar o transporte público, ao mesmo tempo em que reduzimos emissões de poluentes e de ruídos nas cidades”, disse Adalberto Maluf, diretor de marketing, novos negócios e sustentabilidade da BYD do Brasil.

A fábrica em Lancaster emprega atualmente mais de 700 californianos que fazem ônibus e caminhões elétricos. “A LA Metro certamente tem o direito de ser eletrificada e estamos particularmente satisfeitos por trabalhar com uma empresa como a BYD, que tem um compromisso claro de trabalhar com a nossa comunidade e parceiros trabalhistas para criar um canal para as populações mal atendidas e sub representadas em bons empregos”, acrescentou Erika Thi Patterson, diretora de política nacional da Jobs to Move America. “Isso significa justiça ambiental e justiça econômica para as pessoas dos portos da Antelope Valley”.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta