Librelato retoma encomendas e investe R$ 50 milhões

Librelato

A catarinense Librelato anunciou investimento de R$ 50 milhões para ampliação de fábrica e modernização de sua linha de produtos até 2022. A fabricante de implementos já sente os sinais de recuperação e vai reabrir uma de suas plantas, que estava inoperante desde a crise que derrubou em quase 70% a venda de implementos. Para isso, já contratou cerca de 100 funcionários para retomar as atividades na sua segunda fábrica no município de Içara (SC).

“Estamos confiante na retomada gradual do mercado, pois já sentimos a volta das encomendas”, afirmou o CEO da Librelato, José Carlos Sprícigo. “A empresa segue inovando seus produtos, fazendo parcerias e recontratado parte do pessoal que foi demitido com a mais profunda crise que o setor já enfrentou no Brasil”, afirmou.

A empresa tem seu ponto forte em implementos graneleiros e tanques, que representam 55% de sua produção. Nessa edição da Fenatran, a empresa está apresentando uma linha premium graneleiro, tanque de aço inox, novo baú frigorificado e rodotrem para o setor canavieiro. Todos os novos implementos têm redução de massa ao utilizarem materiais mais leves na composição, além de lanternas em LED.

A Libremac, joint venture da Librelato com empresa italiana, lança na Fenatran contêiner para resíduos de lixo de 3,2 m², coletor compactador Optimus e uma plataforma autossocorro, para serviços de guincho.

Para fazer frente à derrocada do mercado interno, a Librelato expandiu exportações de seus produtos para países vizinhos na América do Sul. Neste ano, as exportações devem representar até 30% da receita da empresa.

A Librelato criou um departamento de exportações cinco anos atrás visando atingir até 20% do seu faturamento. Os produtos que mais exportas são exatamente seu ponto forte: graneleiros e tanques. A empresa também fabrica bitrens, implementos para madeireiras e canaviais. Também atua na linha leve e média com baús e sideres

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta