Kroschu integra Consórcio Modular da Volkswagen em Resende

Kroschu

A empresa alemã Kromberg & Schubert, também conhecida por Kroschu – fabricante de chicotes eletrônicos para a indústria automotiva –, é a mais nova parceira da Volkswagen Caminhões e Ônibus na fábrica de Resende (RJ). A empresa passa a integrar o sistema de produção do Consórcio Modular, na montagem dos veículos da marca. A Kroschu substitui o módulo Continental, empresa que permanece como fornecedora de tacógrafos, painéis de instrumentos e módulos eletrônicos para os ônibus e caminhões fabricados em Resende.

Segundo informações da Volkswagen, a transição durou seis meses e, desde 2 de janeiro, os colaboradores dessa operação já integram o time da Kroschu. “O Consórcio Modular é um dos principais ativos da Volkswagen Caminhões e Ônibus, responsável em grande parte por nosso sucesso, especialmente pela flexibilidade que proporciona e pela proximidade a esses grandes fornecedores do mercado automotivo mundial. Já são 22 anos de resultados diferenciados e estou convicto de que a parceria com a Kroschu será bastante frutífera”, afirma Roberto Cortes, presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus e membro da diretoria do Grupo Traton.

A Kroschu já é fornecedora tradicional de chicotes para a montadora e passa a atuar em conjunto com as outras seis parceiras do Consórcio Modular, um conceito de produção em que essas empresas dividem com a Volkswagen Caminhões e Ônibus a responsabilidade pela montagem de caminhões e de chassis de ônibus em Resende.

A integração da Kroschu foi ajudada pela familiaridade que tem com a cultura da VWCO. “Essa oportunidade consolida nosso relacionamento de longa data com a Volkswagen Caminhões e Ônibus. Sabemos que um dos segredos de sucesso do Consórcio Modular é a forte parceria que une as diferentes empresas que o compõem e estamos otimistas quanto às contribuições que poderemos dar e aos resultados que iremos alcançar”, destaca Michael Kerner, diretor administrativo e financeiro da Kroschu no Brasil.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta