Itaipu Binacional adquire 20 Renault ZOE, com autonomia de 400 km

Itaipu Binacional adquire 20 Renault ZOE

Vinte veículos elétricos ZOE da Renault agora fazem parte da frota da Itaipu Binacional. Com o acréscimo das unidades, que têm autonomia de 400 km (ciclo NEDC), a frota da empresa passa a contar com cerca de 100 veículos elétricos usados para diferentes finalidades – a exemplo do Renault Twizy, utilizado em um programa interno de compartilhamento de veículos.

 


Apresentado em 2016, durante o Salão do Automóvel de Paris, o Novo Renault ZOE apresentou uma grande revolução com a bateria Z.E. 40, que proporciona uma autonomia duas vezes maior que a da primeira versão do veículo, lançado em 2012. Esta é a maior autonomia oferecida por um veículo elétrico fabricado em larga escala, traduzida, na prática, em mais liberdade ao condutor, facilitando os trajetos feitos normalmente no dia a dia, bem como aqueles mais longos.

O ZOE é um veículo ágil, fácil de manobrar e agradável ao dirigir, graças a um chassi adaptado às especificidades elétricas e ao trabalho realizado no ajuste da direção, pneus e amortecedores. Em uma fração de segundo, o motor elétrico R90 entrega um torque máximo de 225 Nm, permitindo acelerações e retomadas ágeis mesmo em baixa rotação. A aceleração vai de 0 a 50 km/h – faixa mais frequente em uso urbano – em 4 segundos.

A aceleração é fluida, perfeitamente linear e sem solavancos. Do ponto de vista do condutor, é como se ele tivesse o melhor câmbio automático do mercado. Paralelamente, a natureza elétrica do ZOE proporciona uma condução mais tranquila e relaxante, graças, principalmente, à ausência de ruído do motor e vibrações. O som medido na cabine do ZOE entre 40 e 75 km/h é de 60 a 65 dB, o que é duas a três vezes menor em comparação com um veículo térmico de potência equivalente.

No Brasil, a Renault realiza parcerias para desenvolver projetos ligados à mobilidade Zero Emissão, com um volume aproximado de 120 veículos elétricos comercializados no país até o momento.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta