Garrett Motion inicia operações como empresa independente

garrett motion

A Garrett Motion começou, no último dia 1º de outubro, a operar como uma companhia independente após separação da Honeywell. A empresa nasce com foco no desenvolvimento de soluções de turboalimentação, propulsão elétrica e software automotivo para colaborar com a evolução da indústria de transporte e as metas de eficiência energética e redução de emissões.

 No último dia 1º de outubro, o presidente  e CEO da Garrett, Olivier Rabiller participou do lançamento das ações da empresa, com o símbolo GTX, na Bolsa de Valores de Nova York, que passaram a ser negociadas regularmente.

Nessa nova etapa, a Garrett Motion buscará oportunidades para fornecer soluções de software automotivo abordando questões macro globais, incluindo regulamentações de economia de combustível mais rigorosas e maior conectividade, que estão impulsionando o futuro desenvolvimento de veículos. A empresa atuará em três diferentes áreas: tecnologia turbo avançada, elétrico e híbrido, e conectividade.

A Garrett Motion está aliada à busca da indústria por economia de combustível e redução das emissões com inovações, que integram produtos elétricos às aplicações mecânicas tradicionais. Hoje, já produz um compressor elétrico de dois estágios para célula de combustível a hidrogênio e prevê crescimento significativo de turboalimentadores elétricos (´e-turbo´) associados a sistemas elétricos de 48V ou mais.

 Eletrificação de powertrain 

À medida que a indústria automobilística avança para uma era de baixas emissões, o expertise da Garrett está permitindo que os fabricantes de veículos automotores explorem a eletrificação do trem de força para atender a padrões mais restritos de economia de combustível, sem comprometer a dirigibilidade. As tecnologias da companhia de propulsão elétrica, incluindo turbocompressores e compressores, são fundamentais para otimizar os grupos motopropulsores híbridos a gasolina e a diesel, e os veículos movidos a célula de combustível. Isso está criando novos padrões de desempenho ambiental rumo a zero emissões de escape.

Veículos conectados 

Calcula-se que em 2021, quase a totalidades dos veículos novos deverão estar conectados. Assim, para atuar neste futuro autônomo e compartilhado, a empresa vem trabalhando com montadoras, partes interessadas do setor e especialistas em tecnologia para criar um ambiente de veículo conectado, seguro e otimizado por meio do monitoramento e diagnóstico de veículos em tempo real. 

Ao mesmo tempo, está colaborando no desenvolvimento de soluções de manutenção preditiva para veículos, visando o monitoramento em tempo real das condições de funcionamento de diversos sistemas, buscando a eliminação de paradas não programadas e a minimização do custo operacional.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta