Ford deixa o segmento de caminhões na América do Sul

Linha Ford Cargo

A Ford anunciou nesta terça-feira (19/02) que deixará o segmento de caminhões na América do Sul. Como consequência, a montadora vai fechar a fábrica de São Bernardo do Campo (SP) ao longo de 2019.

A decisão de deixar o mercado de caminhões foi tomada após vários meses de busca por alternativas, que incluíram a possibilidade de parcerias e venda da operação. A manutenção do negócio teria exigido um volume expressivo de investimentos para atender às necessidades do mercado, sem, segundo a montadora, apresentar um caminho viável para um negócio lucrativo e sustentável.

Com o fim das operações em São Bernardo, a Ford deixará de comercializar as linhas Cargo, F-4000, F-350 e Fiesta assim que terminarem os estoques.

“Sabemos que essa decisão terá um impacto significativo sobre os nossos funcionários de São Bernardo do Campo e, por isso, trabalharemos com todos os nossos parceiros nos próximos passos”, disse Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul. “Atuando em conjunto com concessionários e fornecedores, a Ford manterá o apoio integral aos consumidores no que se refere a garantias, peças e assistência técnica”.

Além do fechamento da operação no ABC paulista, a montadora trabalha para reduzir em mais de 20% os custos referentes ao quadro de funcionários e à estrutura administrativa em toda a América do Sul.

Outro foco da montadora está no fortalecimento da linha de produtos, com ênfase em SUVs e picapes, cuja preferência tem crescido entre os consumidores, além do encerramento da produção do Focus na Argentina.

A Ford também quer expandir as parcerias globais, como a recente aliança com a Volkswagen para desenvolver picapes de médio porte.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta