Ford anuncia veículos com tecnologia C-V2X para 2022

C-V2X

A Ford anunciou durante a CES 2019 que todos os seus veículos produzidos nos Estados Unidos a partir de 2022 serão equipados com a tecnologia de comunicação C-V2X.

A C-V2X, desenvolvido especialmente para o setor de transportes, se aplica tanto aos veículos conectados inteligentes como à condução autônoma e tem vários componentes de comunicação, incluindo comunicações de veículo para veículo (V2V), veículo para infraestrutura (V2I), veículo para pedestre (V2P) e veículo para rede (V2N).

Planejada para operar com a rede 5G, a C-V2X permite a comunicação direta entre os dispositivos conectados, sem que seja necessário o sinal passar por uma torre de celular. Ela também se conecta com sistemas de assistência ao motorista, como sensores de radar e câmera.

A comunicação C-V2X com a infraestrutura urbana permitirá que o veículo receba informações sobre tempo de um semáforo – quando vai ficar verde ou vermelho – ou se a sua frente há um veículos parado por falha mecânica ou se um pedestre está prestes a atravessar a faixa.

“Essa tecnologia faz parte da nossa visão de fornecer veículos mais inteligentes em um mundo mais inteligente – um mundo em que tecnologias conectadas também podem ajudar empresas a fornecer serviços sob demanda ao longo de sua rota e ajudar as cidades a migrar para novos ecossistemas, como ruas sem sinais de trânsito”, diz Don Butler, diretor executivo de Veículos Conectados da Ford.

Nos últimos dois anos, a Ford vem indicando seu apoio à solução de tecnologia defendida pela Qualcomm na América do Norte e pela Hauwei na China.

O C-V2X usa os mesmos protocolos de mensagens e grande parte do software já desenvolvido para sistemas baseados em DSRC – a comunicação dedicada de curto alcance, defendida pela Toyota – mas um sistema de comunicação de rádio diferente. Embora os formatos de mensagens sejam comuns entre os dois, um veículo equipado com o C-V2X não poderia se comunicar com um veículo que tivesse apenas o DSRC.

A Toyota foi a primeira montadora a implantar a DSRC em vários modelos do Japão a partir de 2015. Em abril de 2018, a Toyota anunciou que começaria a implantar a DSRC na América do Norte a partir de 2021. A GM apresentou o DSRC no Cadillac CTS em 2017, mas não adicionou a qualquer outro veículo desde então. Em junho de 2018, a GM anunciou que expandiria a capacidade de V2V para mais de seus veículos a partir de 2023, mas se recusou a se comprometer a usar o DSRC e provavelmente adotará o C-V2X.

Obter um benefício de segurança do V2X exige ter tantos veículos equipados com a tecnologia quanto possível, mas alguns estudos indicaram que com apenas 10% da frota de veículos equipados, isso poderia começar a ter um impacto positivo na segurança e no congestionamento.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta