24 de julho de 2024

Energy Observer, barco movido a hidrogênio chega ao Brasil

Energy Observer

O Energy Observer, o primeiro barco laboratório do mundo a utilizar o hidrogênio como fonte de energia, chegará à costa brasileira em novembro, com parada em Fortaleza-CE, entre os dias 16 e 24 de novembro. Esta será sua primeira visita à América Latina, uma oportunidade para destacar o plano de transição energética do Brasil, uma vez que o país é o maior consumidor de energia da região e o terceiro maior produtor mundial de energia renovável.

A parada, a 83ª escala de sua jornada de oito anos ao redor do mundo. faz parte de uma odisséia mundial que teve início em 2017 em Saint-Malo, na França.

Viajando o mundo em teste desde 2020, a embarcação segue sua odisséia científica até 2024 sob comando do capitão francês Victorien Erussard.

O Energy Observer é um barco laboratório e foi projetado com uma arquitetura energética para testar tecnologias de emissão zero. O sistema energético da embarcação abrange três fontes de energia renováveis (solar fotovoltaica, energia eólica e hidrelétrica) e dois tipos de armazenamento (baterias de íons de lítio e hidrogênio). O navio produz hidrogênio diretamente a bordo, por eletrólise da água do mar.

Energy Observer

Como primeiro barco autônomo em energia, o Energy Observer explora soluções concretas e desenvolve tecnologias para acelerar as transições ecológicas. Isso também contribuiu para que o barco pudesse navegar de forma totalmente autônoma durante todo este tempo.

Um dos objetivos do Energy Observer é aumentar a conscientização sobre a transição energética na sociedade em geral e, deste modo, a embarcação dará a oportunidade para visitação a representantes industriais, institucionais e acadêmicos, bem como escolas e universidades além de possibilitar a trocar de ideias sobre o tema da descarbonização.

Energy Observer 

O projeto Energy Observer nasceu em 2013 a partir do compromisso de Victorien Erussard, um mestre marinheiro que reuniu à sua volta uma equipe de marinheiros, cientistas, engenheiros e repórteres para criar a primeira embarcação autossuficiente, capaz de extrair energia da natureza e ao mesmo tempo preservá-la.

O sonho tornou-se realidade 4 anos depois, quando o barco Energy Observer foi lançado pela primeira vez. Desenvolvido a partir de um catamarã, o Energy Observer é um laboratório para a transição ecológica projetado para ultrapassar os limites das tecnologias de emissão zero. Hidrogênio, energia solar, eólica e hídrica, todas as soluções são aqui experimentadas, testadas e otimizadas com o objetivo de tornar as energias limpas uma realidade prática e acessível a todos. O Energy Observer recebeu patrocínio do governo francês e é embaixador deste país para os objetivos de desenvolvimento sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU), apoiado pelo Ministério da Transição Ecológica, UNESCO e União Europeia,