Einride T-pod, um caminhão autônomo que dispensa a cabine

einride t-pod

A empresa sueca Einride revelou oficialmente o primeiro protótipo de seu veículo elétrico autônomo futurista.

Anunciado em abril, o T-pod é mais do que um simples caminhão elétrico autônomo – é lançado como um “novo sistema de transporte”, com planos de ter uma frota ativa de 200 T-pods cirulando pela Suécia até 2020.

Projetado para o transporte rodoviário de carga de longa distância, o T-Pod tem uma característica notável: não há espaço físico para um ser humano se sentar e, portanto, não precisa de janelas.

 

einride t-pod
O T-pod mede sete metros de comprimento, tem autonomia para percorrer até 200 quilômetros sem recarregar suas baterias e capacidade para até 20 toneladas de carga

 

A outra faceta do caminhão é que ele adota uma abordagem de condução híbrida – nas rodovias, o veículo é projetado para auto condução, mas quando entra na cidade, muda-se para o controle remoto, quando um humano assume as operações a longa distância.

 

 

A operação remota também está disponível nas estradas, caso a situação o exija.

O veículo, com sete metros de comprimento e autonomia para percorrer até 200 quilômetros sem recarregar suas baterias, tem capacidade para até 20 toneladas de carga.

Atualmente, a Einride está desenvolvendo estações de carregamento compatíveis para alimentar os veículos.

Os t-pods começarão a circular entre as cidades de Gotemburgo e Helsingborg, na Suécia, e o primeiro sistema ativo cobrirá uma capacidade de dois milhões de paletes por ano. Isso corresponde a 400 mil automóveis de passageiros na mesma rota. Ainda melhor, tudo isso será executado com pouca ou nenhuma emissão.

“A Einride está transformando a cadeia de transporte existente desde o início. As grandes empresas por trás dos caminhões de longa distância continuam construindo caminhões maiores para aumentar a eficiência, o que, em última análise, significa ainda mais emissões. Estamos mudando isso criando uma solução segura que é, não apenas econômica, mas minimiza dramaticamente o impacto ambiental negativo da indústria do transporte”, explicou o CEO da Einride, Robert Falck.

Em outros lugares da Suécia, a Volvo vem investindo cada vez mais em tecnologia de condução autônoma para caminhões. No mês passado, apresentou, no Paraná, seu caminhão canavieiro autônomo. Antes já havia feito testes similares no setor de mineração, para não mencionar na coleta de lixo.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta