Dubai Safari Park utilizará miniônibus Volare 4×4

Dubai Safari Park

A Volare vai fornecer 14 miniônibus do modelo Volare V8L 4X4 para o Dubai Safari Park, novo parque temático que será inaugurado no primeiro trimestre deste ano em Dubai, Emirados Árabes Unidos. Os veículos serão utilizados para o transporte de visitantes do novo parque temático.

O Volare V8L 4×4 desenvolvido para o Dubai Safari Park possui caraterísticas e qualidades para trafegar em regiões de difícil acesso e proporcionar conforto e segurança para os passageiros, onde um veículo com tração convencional não tem condições de ser utilizado. O modelo conta com um conjunto powertrain diferente, com eixo dianteiro tracionado e sistema de transmissão com a opção de utilização 4×2 (somente tração nas rodas traseiras), 4×4 (tração nas rodas dianteiras e traseiras) e 4×4 com reduzida.

“Este é o primeiro importante negócio fechado no ano e demonstra o crescimento que a Volare está alcançando no mercado internacional. A exposição dos veículos no Dubai Safari Park será enorme, pois transportaremos visitantes de todo o mundo. O nosso modelo foi escolhido em razão de suas comprovadas características de fora-de-estrada e desenvolvemos três diferentes configurações internas para atender à demanda do cliente”, explica Rodrigo Bisi, gerente de exportação da montadora.

Serão dez veículos com capacidade para transportar 23 passageiros. Duas unidades equipadas com elevador para pessoas com mobilidade reduzida, 14 poltronas e dois postos para PPD (Pessoa Portadora de Deficiência) e também terão mais duas, com 15 assentos e mesa de jogos. Todos os miniônibus possuem poltrona para o guia.

O Volare 4X4 tem ângulos de entrada e saída maiores, estepe no bagageiro traseiro, proteção especial para o cárter do motor e para o tanque de combustível. Possui carroceria com saia lateral mais alta, suspensão reforçada, sinalização diferenciada e espelhos que permitem total visualização em torno do veículo, o que proporciona maior facilidade e segurança em manobras e deslocamentos.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta