Compartilhamento ganha adeptos em frotas corporativas

Soluções para a mobilidade urbana têm sido cada vez mais discutidas por diversos setores que buscam maneiras de facilitar o deslocamento pelas grandes cidades.

Uma das opções que cresceu consideravelmente nos últimos anos é o compartilhamento, que começa a ganhar adeptos no mundo corporativo.

A ALD Automotive, empresa que fornece serviços de terceirização e gerenciamento de frotas, oferece também o serviço de compartilhamento em frotas corporativas.

O modelo de economia colaborativa da empresa, o ALD Sharing, permite racionalizar a frota corporativa com a oferta do serviço também chamados de car sharing, aos colaboradores da empresa a fim de otimizar o seu deslocamento. A solução compõe uma ferramenta de reservas online, que pode ser realizada por meio do acesso ao portal ou pelo aplicativo ALD Sharing Brasil – disponível na App Store e na Google Play Store.

O compartilhamento em frotas corporativas pode ser, em média, 92% mais efetivo para as empresas do que o uso de táxis e 27% mais efetivo em relação à locação 

 “Pelos nossos cálculos mais conservadores, um veículo que tenha uma rodagem pequena, como 50 km ao dia, possui uma economia no compartilhamento de até 10% ao mês, em comparação aos outros modais, por exemplo, os meios de transporte por aplicativo. E este cálculo é gradativo e exponencial, ou seja, quanto mais rodar maior é a redução, declara Alexandre Valadão, diretor Comercial da ALD Automotive Brasil.

 Em uma atuação recente da solução, aplicada em um de seus clientes, o modelo registrou mais de 700 colaboradores cadastrados e 554 reservas realizadas, por 180 deles. Em 554 reservas, o car sharing foi mais efetivo em 92% – 508 delas – quando comparado a táxis, e, em 483 delas, houve uma redução em torno de 27% quando comparado a locação. Esses dados comprovam a efetividade da solução ao considerar o investimento em veículos, ociosidade, preço médio da diária e o custo médio do combustível mais a locação.

A ALD também iniciou um piloto com um de seus clientes, introduzindo cinco veículos elétricos na solução ALD Sharing e espera, até o final do ano, um aumento de até quatro vezes na adesão do compartilhamento corporativo.

Outra experiência de compartilhamento corporativo com veículos elétricos foi implementada em abril passado para os mais de mil residentes do Cubo Itaú – um hub de fomento ao empreendedorismo tecnológico – e para os mais de 300 colaboradores da Renault que ficam no escritório da Vila Olímpia, em São Paulo. O sistema é acessado via plataforma Joycar, startup presente no Cubo Itaú. Os veículos utilizados no Cubo Itaú são os elétricos Zoe da Renault.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta