Cidade de São José dos Campos terá corredor com ônibus articulados elétricos

ônibus articulados elétricos

A cidade de São José dos Campos, SP, anunciou a aquisição de 12 ônibus articulados 100% elétricos que irão circular no corredor do projeto da Linha Verde, o principal projeto de mobilidade urbana do município.

Os 12 ônibus articulados elétricos de 22 metros, que terão um custo de R$ 34,7 milhões, segundo a administração do município, serão fabricados pela BYD em sua planta em Campinas, que já produz os chassis 100% elétricos comercializados no País.

A assinatura do contrato entre a prefeitura de São José dos Campos e a BYD foi realizada na última quarta-feira (29/04). Com prazo de execução de obras de 18 meses, essa primeira etapa terá 14,5 quilômetros, interligando as regiões sul e leste – as mais populosas da cidade – bem como a região central.

O diretor da divisão de ônibus da BYD Brasil, Marcello Schneider, aponta as vantagens do modelo adotado pela prefeitura. “É muito importante que as prefeituras compreendam a importância e a necessidade real de fazer substituição das frotas por veículos não poluentes. Investir em mobilidade verde não só melhora a qualidade do ar nas cidades, como impacta diretamente na saúde da população”. Também estiveram presentes na assinatura do contrato, o presidente da BYD Brasil, Tyler Li, o secretário de transportes e mobilidade do município, Paulo Guimarães, e o prefeito de São José dos Campos, Felicio Ramuth.

De acordo com a Prefeitura de São José dos Campos, a Linha Verde foi desenvolvida para atender aos modernos conceitos de planejamento urbano, em consonância com as diretrizes do Plano Diretor. O objetivo é promover o desenvolvimento urbano e econômico, preservando o meio ambiente com um TRM (Transporte Rápido de Massa) inspirado nos modelos mais avançados do mundo. O eixo sustentável terá 75 mil metros quadrados e inclui, além do corredor expresso, quatro praças ao longo do trajeto.

ônibus articulados elétricos

Na mesma data, também foi assinado o contrato com o Consórcio Projeto Linha Verde, formado pelas empresas Compec Galasso e Geosonda, que serão responsáveis pelas obras da primeira fase do projeto, que terá início na Estrada do Imperador (região sul) até o Terminal Intermunicipal (região central) a um custo total de R$ 55,8 milhões, entre investimentos do município mais aporte do governo estadual (R$ 30 milhões).

Outras experiências sustentáveis

A Prefeitura de São José dos Campos foi inovadora ao implementar, em 2018, uma frota de automóveis 100% elétricos para toda a sua guarda municipal. Após um ano, a prefeitura comemorou a economia de R$850 mil com combustível. Antes da implantação do novo modelo, a administração dispendia R$ 933,6 mil com gasolina e álcool por ano. Com energia elétrica para abastecer a frota de 30 carros, foram gastos no mesmo período R$ 156,6 mil. Além disso, com a frota totalmente elétrica, alugada por meio de um contrato com a BYD, a prefeitura deixou de emitir cerca de 400 toneladas de CO2 (dióxido de carbônico) na atmosfera durante o primeiro ano de funcionamento do novo sistema.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta