Cargueiros e aviões de passageiros carregam cargas inusitadas para a Latam

cargas inusitadas na Latam

Responsável pela movimentação de um volume de carga aérea que corresponde quase à metade de todas as mercadorias que transitam pelo espaço aéreo nacional nos porões de aviões de passageiros, a Latam Cargo Brasil tem intensificado suas operações no país também com aviões cargueiros.

A companhia opera atualmente três aeronaves cargueiras B767-300F, nos mercados doméstico e internacional, e ocupa os porões de 162 aviões comerciais da Latam Airlines Brasil, voando para 52 destinos em todo o país.

 

LATAM Cargo transportou 840 cabeças de gado de Puerto Montt, no Chile para Quito, Equador. A operação foi dividida em três voos, em que embarcaram 280 bovinos distribuídos em 37 currais.

De animais vivos, como onça, tubarão, foca e tatu-bola, a um bolo de noiva, nenhuma carga é considerada estranha demais para ser transportada pela Latam. Já foram embarcadas tilápias com chips para os Estados Unidos, com o objetivo de controle de qualidade; bonecos de Olinda para o São Paulo Fashion Week, e uma rara hélice de madeira de um antigo modelo de avião monomotor.

É um transporte mais caro, mais seguro e com mais valor, que não expõe a logística ao risco do roubo de carga que vem crescendo no modal rodoviário. “Quanto maior o valor por quilo do produto, maior a aderência do cliente de enviá-lo pelo aéreo. Quanto mais baixo o valor por quilo do produto, menor a aderência”, explica Diogo Elias, gerente sênior comercial de cargas domésticas da Latam Cargo Brasil.

Além disso, se a carga for altamente perecível e a distância até o destino final for muito longa, o transporte rodoviário torna-se inviável e o aéreo apresenta-se como a única alternativa, como é o caso de flores, ou de jornais e revistas que pedem o imediatismo.

 

O embarque de mercadorias é feito pelos dois lados do cargueiro, simultaneamente, para o pisos superior e inferior da aeronave

 

Algumas cargas exigem extrema atenção, como o transporte de material biológico (amostras de sangue, fezes e urina) captado em laboratórios, clínicas e hospitais e levado até uma sede central onde são feitas as análises. A Latam tem feito também carregamentos de equipamentos de bandas musicais para shows e, diariamente, leva restos mortais (caixão ou ossadas) para diferentes pontos do país.

 

As cargas são paletizadas em uma configuração tal que permite o encaixe perfeito no formato interno do avião

 

O e-commerce também intensificou o transporte de bebidas alcoólicas, incluindo vinho, cachaça e cerveja. As cargas de valor, desde joias e relógios a celulares e aparelhos eletrônicos também cresceram em volume e frequência no transporte aéreo, pela agilidade e segurança. A soma de eletrônicos, autopeças, peças industriais e fármacos resulta em, praticamente, 70% do total transportado.

As aeronaves cargueiras da Latam possuem mais de 40 frequências semanais, com origens e destinos entre Guarulhos, Manaus, Belém e Fortaleza. A rota de cargueiros entre Guarulhos-Manaus e Manaus-Guarulhos é diária.

No mercado interno, as cargas mais movimentadas são peças (para máquinas e equipamentos), fármacos, cosméticos, material eletroeletrônico, confecções e alimentos industrializados.

A receita com operações de carga, incluindo as unidades da companhia que atuam nos outros países, representou 10,2% do total das receitas operacionais do Grupo Latam Airlines no primeiro trimestre de 2017. Em junho, último dado disponível, a Latam Cargo Brasil transportou 10 milhões de quilos em aviões de passageiros e três milhões de quilos em cargueiros.

 

A Latam Cargo Brasil opera três aeronaves cargueiras B767-300F e ocupa os porões de 162 aviões de passageiros da Latam Airlines

 

A frota de todo o grupo Latam Cargo é composta por um Boeing 777F e oito 767-300F, além de operar toda a capacidade dos porões da frota de 302 aviões de passageiros da Latam.

Os principias produtos transportados no mercado internacional pela Latam Cargo são, na importação, bens de capital, peças automotivas e maquinário em geral, da Europa, e componentes eletroeletrônicos, cosméticos e animais vivos, dos Estados Unidos. Além disso, destacam-se os aspargos do Peru, o salmão do Chile, e as flores da Colômbia. Na exportação, o perfil das cargas é de frutas como abacate, mamão, manga e goiaba; peixes ornamentais e vivos; sapatos e tecidos.

Terminal em Guarulhos​​

Inaugurado em março de 2015, o Terminal de Cargas da Latam em Guarulhos (Teca) é o maior da companhia no país e está introduzindo inovações no seu sistema de gestão para aumentar a segurança da operação e a agilidade no embarque e na entrega das cargas.

 

“No nosso serviço, hoje, segurança e informação são os temas mais relevantes”, afirma Pedro Fernando Leite Baron, gerente regional de operações São Paulo da Latam Cargo Brasil.

 

No mês passado, começou a ser implantado um sistema que permite a rastreabilidade total da carga, desde o momento em que ela entra no terminal, até a entrega final, com informações em tempo real para o cliente. Como a carga recebe um código de barras, é possível acompanhar todo o seu movimento dentro do terminal. Depois que o cliente faz o primeiro cadastro da mercadoria, essa informação vai para o planejador de voo, que detém todos os dados, incluindo a localização exata da carga no armazenagem, para poder programar sua busca e encaminhamento para a área de embarque.

 

Novo sistema agiliza o embarque de cargas prioritárias

 

Isso dá à operação maior agilidade, principalmente no caso de cargas prioritárias.

“A produtividade aumenta significativamente, o planejador de voo não precisa esperar ninguém para saber o que tem que fazer, o sistema agiliza o embarque e a retirada de produtos e garante que as cargas prioritárias voem o mais o mais rapidamente possível”, diz Baron.

Loja

Para volumes de até 20 quilos e pequenas quantidades, a Latam tem em seu terminal uma loja dedicada a esse serviço. O cliente retira uma senha em um terminal de autoatendimento na portaria e aguarda em um salão, sentado, até ser chamado por um dos atendentes. Em uma tela instalada nessa área ele consegue acompanhar os voos para saber em que situação estão, se o próximo voo ainda está aberto ou se já fechou. Se a carga for de grandes quantidades ou tiver peso acima dos 20 quilos, os atendentes orientam para qual doca o cliente deve se dirigir. Não é preciso marcar hora no terminal que funciona 24 horas, todos os dias da semana.

 

Loja ao lado das docas atende clientes com volumes de até 20 quilos, funciona 24 horas, todos os dias da semana

 

O terminal da Latam em Guarulhos recebeu investimentos da ordem de R$ 38 milhões e destina-se exclusivamente às cargas domésticas. Tem área total de 15 mil m² e capacidade de armazenagem de 630 toneladas de cargas. “A capacidade utilizada do Teca Guarulhos varia ao longo das semanas e de acordo com a sazonalidade do mercado. Durante a alta temporada de cargas, compreendida no período entre outubro e dezembro, o terminal chega a utilizar até 100% de sua capacidade”, explica o executivo da Latam.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta