Toyota começa testes com caminhão movido a hidrogênio nos EUA

caminhão Toyota movido a hidrogênio

A japonesa Toyota leva a sério o aperfeiçoamento da tecnologia de células de combustível de hidrogênio para alimentar seus veículos e está programando uma primeira operação de viabilidade para seu caminhão pesado de zero emissões.

Uma versão conceitual de um caminhão movido a células de combustível de hidrogênio, projetado para uso pesado, transportará contêineres de terminais selecionados no Porto de Los Angeles e Long Beach para armazéns e estaleiros próximos a partir de 23 de outubro.

Caminhão já rodou cerca de 6.437 quilômetros em testes de desenvolvimento, onde puxou um peso progressivo de carga – 36.287 quilos – emitindo apenas vapor de água

A empresa espera que as corridas diárias cubram cerca de 322 quilômetros para testar as capacidades do ciclo de trabalho do sistema de células de combustível. Posteriormente, podem ser introduzidas viagens mais longas.

Como parte de um estudo em conjunto com o Porto de Los Angeles, o California Air Resources Board (CARB) e a California Energy Commission (CEC), a Toyota construiu seu “Projeto Portal”, conceito de caminhão utilizando duas pilhas de células de combustível de hidrogênio – do seu automóvel Mirai – em conjunto com uma bateria surpreendentemente pequena de 12 KwH, apenas um pouco maior do que o pacote de 8,8 kWh usado no híbrido Prius Prime plug-in.

A força motriz vem de um propulsor elétrico que entrega 670 cv e 183 kgfm de torque. O caminhão tem uma classificação de peso bruto de veículo de 36 toneladas, com um alcance estimado de 320 quilômetros em uso típico de transporte de contêineres. O caminhão do conceito esta baseado em um chassi e cabine de um Kenworth T-660, que foi comprado para o projeto.

De acordo com a Toyota, este caminhão conceito de baixas emissões já cobriu cerca de 6.437 quilômetros em testes de desenvolvimento, onde puxou um peso progressivo de carga – 36.287 quilos  – emitindo apenas vapor de água.

A tecnologia de células de combustível de hidrogênio existe há algum tempo, mas seu uso comercial permaneceu bastante limitado. Em comparação com os primos de seus veículos elétricos, os carros de célula de combustível de hidrogênio são mais caros de fabricar. No entanto, tem havido desenvolvimento em usar materiais mais econômicos.

Enquanto isso, a Toyota vem liderando a tecnologia do combustível de hidrogênio e planeja construir uma frota de caminhões hidrogênio. “A Toyota liderou o caminho para ampliar a compreensão e adoção da tecnologia de células de combustível”, disse Bob Carter, vice-presidente executivo de operações da Toyota na América do Norte.

“Desde a introdução do Mirai até a criação do sistema de células de combustível pesado no Project Portal, a Toyota continua a demonstrar a versatilidade e escalabilidade do powertrain de célula de combustível de emissão zero”.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta