Caminhão customizado para conhecer o whisky Johnnie Walker

Johnnie Walker On The Road

Para representar uma marca de whisky centenária, cujo símbolo identifica um homem que andou ao redor do mundo, em alusão a seu fundador, é necessário um veículo à altura desse conceito. Foi a partir desse princípio que a empresa MB Produções criou o Johnnie Walker On The Road, um caminhão que leva uma experiência inusitada da marca para diferentes cidades do país, aproximando os consumidores da história e do sabor desse whisky escocês, em cada lugar visitado.

 

“Pensamos em ter à frente do projeto um caminhão com história em seu DNA, que fosse um desbravador das estradas, assim decidimos por um Scania L 111, ano 1976, que passou por uma restauração por completo. Primeiramente descartamos o motor (precisávamos de algo moderno que garantisse cumprirmos os prazos de chegadas nos eventos nas cidades), decidimos por um motor Scania 0 km, Euro 5, 360 cv e alargamos o chassi original para que coubesse esse motor moderno e mais robusto. Trocamos o câmbio antigo por um opticruise, o diferencial foi substituído por um moderno e acrescentamos suspensão a ar”, conta Marcello Borgerth, CEO da MB Produções, empresa contratada pela Diageo, que é a detentora da marca. O veículo pode atingir até 125km/h.

Outra parte desse “whisky truck” que se encontrava em péssimo estado, era a lataria. “Cuidadosamente foi retirada toda a ferrugem da cabine, foram substituídas algumas peças e foi aplicada pintura preto fosco. Internamente, a tapeçaria foi 100% substituída e foi instalado um painel novo e exclusivo, feito em fibra”, relata Borgerth. O trabalho levou três meses de execução.

Toda a transformação do caminhão Scania foi feita na oficina própria da MB Produções, em uma área de 2.000 m2, na Zona Norte de São Paulo (SP), mas o trabalho que mais exigiu da equipe de engenharia e dos arquitetos da MB, juntamente com o time global da Diageo, foi o baú, justamente o local onde são recepcionados os convidados da Johnnie Walker. “O resultado foi impactante, as pessoas gostam de ver o truck se abrindo, o teto sobe 1,30 cm, as paredes se abrem 0,80 cm para cada lado e quem entra não diz que está dentro de um caminhão, realmente a sensação é de estar dentro de um bar muito espaçoso, com pé-direito alto, uma prateleira com 250 garrafas, parede com quadros importantes que detalham parte da história da marca, um espaço muito confortável e agradável”, comenta Borgerth.

 

É nesse baú que são feitas apresentações para clientes pré-cadastrados. Eles podem tocar nos insumos do whisky, sentir os aromas e conhecer as histórias da Johnnie Walker contadas pelos embaixadores da marca no Brasil.

“A receptividade é muito boa. Os participantes ficam impressionados com a estrutura do truck e com a experiência em si”, relata Enrico D’Angelo, embaixador do truck. Ele é responsável pela sessão chamada de ‘Mentor’ que inclui a degustação do novo Johnnie Walker Blender’s Batch Red Rye Finish e de outros blends da família Johnnie Walker. Em cada cidade que chega, o veículo é estacionado em bares e estabelecimentos premium que têm grande volume de clientes consumidores da marca. Também são feitas sessões exclusivas para influenciadores de opinião, assim como participações em eventos de grande porte.

De acordo com Marcello Borgerth, a Diageo tinha como plano inicial desenvolver no Brasil um espaço para levar experiências aos consumidores, a exemplo da Johnnie Walker House que já existe na China, Tailândia e Cingapura. “Partiu da MB a iniciativa de apresentar à Diageo a ideia de uma Johnnie Walker House itinerante, como um pub móvel”, afirma o executivo.

A MB possui dois braços principais de atuação, um deles é como produtora de eventos e o outro são os Brandtrucks – criação e construção de veículos especiais para experiência de marcas, que começou em 1994 com a construção de um pequeno caminhão-palco.

 

“O que encanta os clientes, além dos projetos, é o formato comercial com que atuamos, os clientes não precisam comprar os trucks, não precisam empatar um ativo neste negócio, a MB Produções constrói com exclusividade e loca os trucks, além de fazer a ativação e manutenção destes veículos com motoristas e equipe técnica própria. O cliente apenas passa a agenda identificando a cidade, local e horário que o truck deverá estar pronto para se apresentar, e aí é com a nossa equipe: o truck estará no local, aberto, limpo e funcionando conforme programação. Fácil assim”, declara Borgerth. Entre os veículos mais conhecidos do público em geral estão a Lata Elétrica e o Litrão Elétrico, desenvolvidos para a Ambev, e os caminhões Agita, feitos para a Schin.

O veículo já passou por mais de dez cidades representando a Johnnie Walker, entre elas São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Recife, Fortaleza e Salvador.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta