Caio lança micro-ônibus F2400

Caio F2400

A Caio Induscar mostrou ao mercado na semana passada a nova versão de seu micro-ônibus, o F2400, que substitui o Foz 2400, nas versões urbana e executiva. O modelo foi projetado com foco em facilitar a manutenção e a reposição de itens, com preços acessíveis ao operador.

A nova carroceria tem também como atrativo a redução do peso do veículo, mantendo a resistência e a durabilidade de sua estrutura o que, segundo informações da empresa, pode ser comprovado por cálculos estruturais – método de elementos finitos e teste em pista parametrizada –, resultando em ganho de consumíveis para os clientes. O F2400 foi concebido com novos materiais que garantem leveza e melhor acabamento, como o polipropileno, aplicado em vários componentes internos.

Nas duas versões, o design tem formas arredondadas e aerodinâmicas na dianteira e na traseira e o para-brisa ganhou ampla área de visibilidade, que permite melhor campo de visão ao motorista. O conjunto óptico, com novos elementos intercambiáveis com outros modelos da marca, prioriza o melhor custo benefício, caso seja necessária a reposição.

Adequado às novas normas, o F2400 possui DRL (farol de rodagem diurna) em Led, e na versão urbana possui lanternas em Led, mais duráveis, e com baixo custo de substituição. Já na versão executiva, possui bloco óptico único, com tecnologia de luz homogênea, conferindo maior sofisticação e tecnologia ao modelo.

O ambiente interno da versão executiva foi projetado para remeter ao ambiente de uma sala de estar, com conforto, sofisticação e a harmonia de cores.

Já o “ambiente interno conceitual”, uma das novidades apresentadas pela Caio, tem uma de suas opções aplicada no F2400 versão urbana, cujo revestimento das poltronas ganhou cores que remetem à natureza, o que ajuda a criar um ambiente interno de relaxamento, descanso e tranquilidade durante a viagem. Esse projeto é resultado de estudos realizados pela empresa, baseados em análise de harmonia de cores e sentidos, objetivando trazer sensações agradáveis ao usuário final.

O F2400 foi apresentado durante a Transpúblico, feira de ônibus realizada em São Paulo. Além do novo micro, a encarroçadora levou ao evento os modelos urbanos Apache VIP e a segunda geração do Millennium BRT Superarticulado, lançado no final de 2016.

O Millennium BRT Superarticulado, atende a clientes que operam em corredores e em grandes centros urbanos, possui 23 metros de comprimento e acomoda 175 passageiros, na versão usada pela SPTrans na cidade de São Paulo, podendo chegar a 200 passageiros em outras configurações. Entre os destaques desse modelo estão as poltronas revestidas em tecido, wi-fi a bordo, tomadas USB e ar-condicionado.

Já o Apache Vip é o modelo líder de vendas da marca Caio e está em sua quarta geração. O exemplar levado à feira estava equipado com ar-condicionado e janelas coladas com vidros na cor fumê, três portas tipo fole, itinerários e iluminação interna em Led, além de elevador e poltronas estofadas.

Também foram expostos em outros espaços espalhados pela feira um ônibus Millennium na versão elétrica e um Millennium BRT alimentador, motor dianteiro com 15 metros de comprimento.

 Modal sustentável

Durante a Transpúblico, a Caio preocupou-se em destacar que trabalha para que seus produtos sejam inovadores e que contribuam com a mobilidade inteligente, facilitando o transporte de milhares de usuários, com sustentabilidade.

Divulgou um documento que mostra que o ônibus transporta 40% da população, sendo responsável por 3,1% de agentes poluentes dispendidos na atmosfera, enquanto os automóveis transportam 30% da população, e são responsáveis por 72% das emissões de poluentes. “Outro ponto a favor do ônibus, é que o modal ocupa somente 3% das vias para transportar mais passageiros que os veículos, que ocupam 88% das vias”, destaca a encarroçadora, em documento divulgado à imprensa.

“Os números são impressionantes quando comparamos, por exemplo, um Apache VIP com um carro de passeio. O urbano líder de vendas da Caio Induscar, na configuração com 11,2 metros, pode transportar até 69 passageiros. Para transportar o mesmo número de passageiros, são necessários 57 carros, que ocupam 239 metros nas vias públicas”, assinala o comunicado.

A empresa também comparou números entre a operação de um Millennium BRT Superarticulado e um carro de passeio. “O urbano transporta, em média, 175 passageiros, ocupando 23 metros das vias. São necessários 145 carros para transportar o mesmo número de passageiros, ocupando 609 metros das vias. Essas análises comparam o modal ônibus com veículos de passeio, concluindo que, o uso do transporte coletivo por ônibus, é um modal sustentável devido à menor ocupação das vias, transportando grande número de pessoas com mais agilidade e, consequentemente, com menor emissão de poluentes”, enfatiza.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta