BYD vende 20 e-caminhões para o Equador

BYD Equador

A Transcarsell, transportadora e operadora logística do Equador, encomendou 20 caminhões elétricos da BYD para entrega até 2021, o primeiro dos quais está previsto para agosto de 2020.

Os veículos elétricos encomendados são caminhões pesados ​​com uma carga útil de 31,5 toneladas para serem usados ​​em curtas distâncias. As baterias de íon de lítio com células LFP permitem um alcance de 150 quilômetros. A Transcarsell utilizará os caminhões elétricos no transporte de contêineres multimodais.

Lenin Garzon, gerente geral da Transcarsell, argumenta que quer “que a empresa seja a primeira desse tipo a usar caminhões que não só me permitem economizar, mas também ajudam a reduzir as emissões de carbono em nosso setor”.

Segundo a BYD, a Transcarsell também deve economizar no futuro com o caminhão elétrico, devido aos custos operacionais mais baixos. Como as baterias LFP têm uma vida útil especificada de 15 anos, deve haver pouco ou nenhum custo de manutenção, pelo menos para este componente caro.

Em fevereiro de 2019, a BYD entregou 20 ônibus elétricos para o Equador. E na cidade de Loja, no sul do país, está em operação, desde 2017, uma frota de 37 táxis elétricos BYD.

Com este novo negócio no Equador, a BYD amplia sua atuação na América do Sul, diversificando seus produtos.

A BYD tem atuação destacada no segmento de ônibus elétricos. Na Argentina, que começa a eletrificar suas frotas de ônibus, em Bogotá, na Colômbia, onde a montadora chinesa espera vendeu quase 400 ônibus eletricos que serão integrados ao sistema de ônibus TransMilenio e, principalmente no Chile, onde já operam mais de 280 ônibus elétricos, a maior frota elétrica da região.

Segundo a BYD “o mercado latino-americano da BYD está em rápida expansão e seus ônibus, táxis e caminhões elétricos puros estão atendendo com sucesso os mercados em muitos países da região, incluindo Chile, Brasil, Colômbia, Argentina, Peru e Uruguai”.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta