BYD vende 13 ônibus 100% elétricos para a Itália

BYD

A chinesa BYD recebeu pedidos de quatro operadores de ônibus da região do Piemonte, na Itália, para o fornecimento de 13 ônibus 100% elétricos, modelo que a empresa apresentou na “Busworld Show”, em outubro passado.

O operador GTT, de Turim,  encomendou oito ônibus para expandir sua frota de 20 veículos de 12 metros da BYD, e a empresa Amag, em Alessandria, colocou pedido para dois veículos. Os restantes será entregues a operadores de Saluzzo e Chiesa.

Todos os ônibus encomendados pelos operadores italianos têm duas portas, piso baixo, comprimento total de 8,75 metros, capacidade para 58 passageiros, duas baterias com potência total de 174 kWh e uma faixa de autonomia de 150-200 km (para as condições designadas pela UITP Sort 1).

 Todos os ônibus serão produzidos pela BYD na China e deverão ser entregues no segundo semestre de 2018.

“Essas ordens são duplamente significativas para a BYD: elas seguem nossa posição crescente no importante mercado de ônibus italiano, no qual estamos progredindo frente a uma forte concorrência e também representam um voto de confiança em nosso modelo mais recente, o Midibus”, disse Isbrand Ho, diretor-gerente da BYD da Europa. “Na verdade, este mês podemos anunciar pedidos para os nossos maiores modelos – dois ônibus elétricos articulados de 18 m – do nosso cliente Nobina na Noruega, além desses 13, que são do nosso menor modelo para os nossos clientes europeus em Piemonte “, complemetou.

Gigante global especializada em energia limpa, a BYD foi fundada em 1995 e rapidamente se tornou uma das maiores fabricantes mundiais em baterias recarregáveis, sistemas de armazenamento de energia, ônibus e caminhões 100% elétricos. Desde 2015, a BYD vem surpreendendo o mercado global com destaque na fabricação de automóveis elétricos e híbridos plug-in do mundo.

A empresa está presente em cinco continentes, 50 países e em cerca de 200 cidades e têm entre seus sócios o americano Warren Buffet. Com mais de 220 mil funcionários distribuídos em 40 fábricas ao redor do globo (sendo 20 mil engenheiros pesquisadores), a chinesa BYD é, ainda, a segunda maior fornecedora de componentes para celulares, tablets e laptops no mundo para outras marcas globais, e foi considerada pela Forbes como uma das 15 empresas que estão mudando o mundo para melhor na lista “Change The World” da Revista Fortune. Em 2016, a BYD ganhou o prêmio Zero Emission Eco system da ONU, na categoria grandes corporações.

No Brasil, a empresa abriu em 2015 sua primeira fábrica para produção de ônibus elétricos e comercialização de veículos e empilhadeiras em Campinas, interior de São Paulo. Em abril de 2017, neste mesmo local, inaugurou sua planta de produção de módulos fotovoltaicos. A BYD Brasil emprega cerca de 400 funcionários nas cidades de Campinas e São Paulo e terminou o ano de 2017 entre as maiores fornecedoras de módulos fotovoltaicos do mercado Brasileiro.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta