BYD e Generate Capital lançam primeiro programa de leasing para ônibus elétricos dos EUA

leasing de ônibus elétricos

A BYD Motors, em parceria com a Generate Capital, anunciaram o lançamento de uma joint venture para concretizar um programa de leasing de ônibus elétricos nos Estados Unidos. A Generate Capital atua na área de financiamento de ativos de infraestrutura sustentável. Serão alocados cerca de US$ 200 milhões para esse programa cujo objetivo é ajudar os clientes dos setores público e privado a acelerar a adoção de ônibus elétricos movidos a bateria, reduzindo os custos iniciais. O programa também ajudará a fornecer opções de transporte mais limpas, mais silenciosas, mais seguras e mais responsáveis financeiramente.

Segundo informações da BYD, os Estados Unidos têm atualmente cerca de 300 ônibus elétricos em circulação no país, dois terços dos quais foram fabricados pela montadora. A BYD e a Generate Capital acreditam que há espaço substancial para crescimento no mercado de ônibus elétricos nos Estados Unidos, já que o tamanho atual da frota representa uma diminuta fração diante dos cerca de 345 mil ônibus elétricos que operam em todo o mundo. A parceria Generate-BYD visa oferecer aos clientes do setor privado e aos municípios menores o mesmo acesso a opções de transporte limpo que os municípios maiores.

“A missão da BYD é mudar o mundo, reduzindo nossa dependência de combustíveis fósseis por meio do desenvolvimento e do avanço da tecnologia de baterias e de veículos elétricos”, disse Stella Li, presidente da BYD Motors. A executiva garante que a joint venture “será fundamental nesse esforço, criando novas alternativas de financiamento para uma gama mais ampla de clientes”.

A Antelope Valley Transit Authority (AVTA), autoridade de trânsito responsável pela oferta de transporte no condado de Los Angeles, estima que uma nova frota de ônibus elétricos pode gerar uma economia de custos de mais de US$ 46 milhões ao longo de sua vida útil. Isso equivale a aproximadamente US$ 46.000 por ônibus por ano em economia, em comparação à frota a diesel. Além disso, a AVTA estima que a poluição sonora será reduzida em 50% e que a frota totalmente elétrica fornecerá a eliminação de CO2, NOx, PM10 e PM2.5, melhorando a qualidade do ar. A expectativa é de que a AVTA se tornará a primeira frota de ônibus 100% elétricos do país até o final de 2018.

Scott Jacobs, CEO e co-fundador da Generate Capital afirma que a empresa foi fundada “para trazer precisamente este tipo de solução comprovada para o mundo”. O CEO completa: “Os ônibus elétricos quase não produzem emissões de gases de efeito estufa, são mais baratos de operar do que os ônibus a diesel, tem menores custos de manutenção e são mais silenciosos e mais agradáveis para o piloto. As empresas tradicionais de leasing geralmente não valorizam o investimento em veículos elétricos, o que dificulta o financiamento. Programas como esses são uma vitória completa para desenvolvedores de projetos, para os clientes e para o meio ambiente”.

O programa inovador de leasing já garantiu vários clientes, incluindo universidades proeminentes, grandes corporações e municípios menores.

De acordo com o Departamento de Transportes dos EUA, cada ônibus elétrico elimina aproximadamente 1.690 toneladas de CO2 ao longo de um período de 12 anos. Isso é equivalente a tirar 27 carros das ruas. Os elétricos também eliminam aproximadamente dez toneladas de óxido de nitrogênio e cerca de 160 quilos de matéria particulada de diesel.

 

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta