Operações com ônibus elétricos da BYD crescem na Europa

BYD cresce na Europa

Com outra encomenda confirmada, a BYD se consolida como líder em ônibus elétricos no mercado sueco, somando mais de 100 pedidos em 2018.

A operadora de ônibus sueca Nobina fez pedidos para três tipos de ônibus 100% elétricos da BYD: 11 ônibus de 12 metros, 10 ônibus de 18 metros articulados e 5 micro-ônibus de 8,7 metros, totalizando 26 unidades.

Os ônibus farão rotas em Lidkoping (12 metros), Boras (18 metros articulados) e Ale (micro-ônibus) no sudoeste da Suécia. As rotas estão sob o controle da Västtrafik, a agência responsável pelos serviços de transporte público no sudoeste sueco, do condado de Västra Götaland.

A BYD já possui ônibus operando em diversas cidades da Suécia, incluindo Eskilstuna e Ängelholm e, recentemente, também Norrtälje. Com estes pedidos recentes, a BYD tornou-se líder em ônibus elétricos no mercado sueco com mais de 100 pedidos de ônibus elétricos em 2018 na Escandinávia.

Os cinco micro-ônibus são o primeiro pedido de micro-ônibus elétricos em toda a Escandinávia. A BYD confirmou anteriormente pedidos de micro-ônibus para a Holanda e a Itália. A Suécia é, depois da Noruega, o segundo país europeu a ter encomendado ônibus articulados da BYD. Um pedido anterior de 44 ônibus articulados para Oslo também foi feita pela Nobina. No total, a BYD vendeu mais de 600 de seus ônibus 100% elétricos na Europa.

A nova frota de Nobina deverá ser entregue no verão de 2019.

A empresa está presente em cinco continentes, mais de 50 países e em cerca de 200 cidades e têm entre seus sócios o americano Warren Buffet. Com mais de 220 mil funcionários distribuídos em 40 fábricas ao redor do globo (sendo 20 mil engenheiros pesquisadores), a chinesa BYD é, ainda, a segunda maior fornecedora de componentes para celulares, tablets e laptops no mundo para outras marcas globais, e considerada uma das 15 empresas que estão mudando o mundo para melhor “Change The World” da Revista Fortune.

No Brasil, a BYD abriu sua primeira fábrica em 2015 para produção de ônibus elétricos e comercialização de veículos e empilhadeiras em Campinas, interior de São Paulo. Em abril de 2017, neste mesmo local, inaugurou sua planta de produção de módulos fotovoltaicos. A BYD Brasil já emprega mais de 300 funcionários nas cidades de Campinas e São Paulo.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta