Buslog atinge 50 mil partidas mensais com cargas nos bagageiros de ônibus

buslog

Com o apelo de um serviço mais ágil, eficiente e com maior disponibilidade para atender aos clientes, a Buslog amadureceu neste primeiro ano de operação e quer se consolidar como uma empresa que segue uma nova tendência no setor de logística e transporte de cargas.

A Buslog foi criada no ano passado, como unidade de negócios do Grupo JCA – que reúne as empresas 1001, Viação Cometa, Catarinense, Expresso do Sul e Rápido Ribeirão – com a proposta de oferecer serviços de logística, transporte de cargas fracionadas e encomendas no bagageiro dos ônibus de passageiros e, ao longo deste ano, atingiu o número de 50 mil partidas mensais, completou 100 agências para entrega/retirada de mercadorias e alcançou capacidade de transporte de até 60 mil toneladas por mês. Encerrou 2017 com faturamento em torno de R$ 50 milhões.

 

“Devido à tendência mundial de entregas e retiradas balcão/balcão, tanto no e-commerce quanto no marketing de rede, a Buslog teve reflexo considerável em seu crescimento”, destaca Marcelo Barreto, diretor-executivo de logística da Buslog.

A maior demanda para embarque de carga vem da indústria, do comércio e de transportadoras (operador logístico, agentes de carga e transportadoras aéreas e rodoviárias). Frente à concorrência, a empresa exibe vantagens como a abrangência de uma rede de atendimento de 220 cidades nas regiões Sul e Sudeste e a agilidade de entregar mercadorias em até um dia, com capacidade para mais de 6 mil partidas diárias nos 2.700 ônibus em frota. Isso gera uma das características que mais contam a seu favor que é não haver necessidade de consolidação de cargas graças a esse grande número de partidas diárias. O serviço dá opções de entrega e retirada diretamente na agência de destino, porta-porta, balcão-porta ou porta-balcão.

Segundo Barreto, não existe limite mínimo para execução do transporte e é possível embarcar o máximo até 50 quilos por volume, com medidas máximas de um metro de altura por 1,4 m de largura e 2,2 m de comprimento. Ele explica que a empresa não transporta materiais que possam colocar em risco a segurança das viagens dos passageiros, como armas, munições, cigarros, produtos tóxicos e nem itens de alto valor agregado, como notebooks, celulares, joias ou objetos de arte.

Os destinos e origens mais procurados por quem expede uma carga via ônibus são as capitais dos estados atendidos: São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte, Florianópolis e Porto Alegre. O transporte de mercadorias em ônibus é bastante procurado pelos segmentos de assistências técnicas, serviços gráficos e editoriais, confecção, autopeças, flores, automação bancária, saúde, embalagens e alimentos não perecíveis.

Para disseminar a divulgação da marca junto ao mercado logístico, a Buslog participará da Intermodal South America, feira de logística, transporte de cargas e comércio exterior, que acontece de 13 a 15 de março, em São Paulo. “A intenção é consolidar o conceito de transporte de encomendas e cargas via bagageiro de ônibus, transformando a Buslog em sinônimo de segmento, além de explorar e agregar a credibilidade das marcas por traz da operação: Cometa, 1001 e Catarinense”, declara Barreto.

“A Buslog é muito mais do que apenas um serviço de entregas de encomendas expressas, é uma maneira de apresentar ao público uma nova opção, um novo destino rápido, inteligente e econômico para os negócios. Enviar suas encomendas de ônibus é uma excelente alternativa que te proporciona chegar mais longe. Por isso, quem compara não tem dúvida: vai de ônibus”, comenta o executivo da marca.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta