Bosch apresenta seu conceito de micro-ônibus do futuro

micro-ônibus do futuro da Bosch

Um meio de transporte elétrico, sem motorista, que desliza quase que silenciosamente pelo centro das cidades e conectado ao ambiente. Este será um cenário comum em breve – estejam eles transportando pessoas ou bens. Com esta visão, o micro-ônibus do futuro da Bosch, apresentado neste protótipo minimalista, tem design futurista feito de telas, vidros e interior espaçoso.

micro-ônibus do futuro da Bosch

A empresa espera oferecer esses tipos de serviços, agrupando-os em um ecossistema perfeitamente inteligente e conectado. Entre as soluções estão serviços de reservas, compartilhamento, plataformas de rede, estacionamento, recarga, soluções de software para gerenciamento e manutenção dos veículos, bem como infoentretenimento durante a viagem.

“A Bosch está desenvolvendo um pacote único de hardware, software e serviços de mobilidade para o transporte do futuro”, afirma Markus Heyn, membro do conselho de administração da Robert Bosch. Durante a CES 2019, o maior evento de eletrônicos do mundo, a Bosch apresentará soluções para esse tipo de transporte, com um ônibus conceito e com a possibilidade de os visitantes experimentarem sua gama completa de serviços.

Serviços Bosch para usuários e condutores

O surgimento desse segmento é resultado da crescente demanda por serviços de compartilhamento de viagens: somente na Europa, nos EUA e na China, cerca de um milhão desses veículos estarão nas estradas já em 2020, crescendo, segundo alguns estudos, para 2,5 milhões de pessoas até 2025.

micro-ônibus do futuro da Bosch

Muitos desses veículos, disponíveis 24/7, serão totalmente elétricos e também completamente autônomos em meados da próxima década. É por isso que cada centímetro quadrado do micro-ônibus do futuro da Bosch foi equipado com a diferentes tecnologias de motores elétricos e sensores surround de 360 graus para gerenciamento de conectividade e computadores de bordo. No entanto, esses componentes e sistemas são apenas uma parte no caminho para a mobilidade desse meio de transporte. Para desenvolver veículos compatíveis com o dia a dia, eles precisam estar conectados com os serviços da mobilidade. “No futuro, todo veículo na estrada usará os serviços digitais da Bosch”, destaca Heyn. Esses serviços permitem, por exemplo, que os usuários reservem os veículos, compartilhem caronas com outros passageiros e ainda paguem por suas viagens.

Reserva e compartilhamento

Os usuários podem facilmente reservar um serviço de transporte, independentemente de estarem relaxando no sofá ou trabalhando. Atuando nos bastidores, um algoritmo identifica o veículo mais próximo do local solicitado e encontra outros usuários que desejam viajar por um caminho semelhante. Quanto mais passageiros um único ônibus puder transportar, mais barata será a viagem. Além disso, essa abordagem reduz também a quantidade de tráfego nas cidades e reduz os impactos no meio ambiente. A Bosch já está desenvolvendo a plataforma de software necessária para fazer com que isso aconteça. Quando o ônibus chega ao ponto de embarque solicitado, os usuários novamente usam seus smartphones para se identificarem, graças ao serviço de acesso digital da Bosch. Ele reconhece o smartphone do proprietário por meio da impressão digital e cada passageiro senta no assento em que reservou.

Avançando: eletrificado e automatizado

O acionamento elétrico por eixo da Bosch faz com que esses veículos sejam especialmente eficientes, além de acessíveis, à medida que passam pela cidade. E o serviço de Recarga de Conveniência da empresa sabe quanto tempo durará a carga da bateria e onde recarregar o veículo. Assim, mesmo atualmente, os motoristas não precisam mais se preocupar em ficar parados por conta de uma bateria descarregada. Além disso, vincula informações sobre os veículos, como o estado atual da carga da bateria ou a quantidade de energia que os sistemas de aquecimento e ar-condicionado estão consumindo, com dados ambientais, como congestionamento e previsão do tempo, de modo a prever o alcance do veículo com precisão. O Convenience Charging também encontra a estação de recarga ideal e pode reservá-la com antecedência. E, graças a um sistema padronizado de acesso e pagamento, o abastecimento é feito de forma rápida e segura.

Os e-shuttles também fornecem aos motoristas um transporte seguro. Para automação, a Bosch desenvolve e fabrica seus próprios sensores de radar, vídeo e sensores ultrassônicos, sistemas de controle de frenagem e direção elétrica, para citar alguns exemplos. Serviços digitais inteligentes também são indispensáveis: os serviços preditivos de condições de estrada da Bosch permitem que os veículos autônomos saibam com antecedência as possíveis condições ambientais. Assim, podem adaptar o seu estilo de condução conforme necessário, de modo a garantir a máxima segurança durante toda a viagem. Já o Bosch road signature é um serviço de localização baseado em mapas, com o qual os veículos autônomos podem determinar com precisão a sua posição na rodovia em poucos centímetros.

Interior confortável

A Bosch projetou o interior de seu veículo conceito para oferecer espaço para quatro passageiros, posicionando-os um em frente ao outro. O infotenimento é fornecido em telas que podem ser usadas por cada passageiro individualmente ou em grupos, por exemplo, uma família pode assistir a um filme juntos enquanto viajam ou colegas podem trabalhar em uma apresentação no caminho para o escritório.

Os smartphones utilizam o Wi-Fi integrado e podem adaptar-se perfeitamente ao sistema de infotenimento, graças à tecnologia de conectividade da Bosch. O serviço de concierge transforma o micro-ônibus em um assistente pessoal. Com todos os tipos de informações à sua disposição, o serviço de transporte pode fornecer aos passageiros recomendações, reservas antecipadas, boletins meteorológicos e dicas de viagem a qualquer momento. E, uma vez que o ônibus tenha chegado ao seu destino, os passageiros podem pagar por sua jornada com o serviço de pagamento eletrônico da Bosch.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta