BMW e EDP vão escolher startup da área de mobilidade elétrica

Os presidentes da EDP, Miguel Setas (esq.) e da BMW, Helder Boavida

Executivos da EDP Brasil e do BMW Group Brasil fizeram uma viagem pré-inaugural pelo maior corredor com postos de recarga para carros elétricos da América Latina, na Rodovia Presidente Dutra, entre São Paulo e Rio de Janeiro, que será inaugurado oficialmente hoje, segunda-feira, dia 23. Além de testar os seis terminais de recarga instalados em postos da rede Ipiranga, aproveitaram as paradas nos pontos de reabastecimento para assistir pitchs de quatro startups da área de mobilidade elétrica, que apresentaram seus modelos de negócio para o staff das duas empresas.

As startups que participaram do evento foram a Sami Sistemas de Energia, a Turbi, a Electric Dreams e a ZazCar, cada uma teve dez minutos para fazer seu pitch. Os presidentes da BMW, Helder Boavida, e da EDP, Miguel Setas, escolherão, nas próximas semanas, o melhor projeto entre os quatro para ser desenvolvido junto às duas empresas.

A Sami Sistemas de Energia faz a gestão remota de baterias e também desenvolve baterias para veículos elétricos com maior desempenho, recarga mais rápida, aumento de eficiência operacional e com redução de custos. Essas baterias utilizam sistemas de armazenamento com lítio e gerenciamento eletrônico (BMS).

A Electric Dreams desenvolve soluções customizadas para veículos elétricos, como baterias e motores, visando um maior desempenho e segurança para os equipamentos, por meio do uso de processos e softwares originários da indústria aeroespacial.

Com seu centro de desenvolvimento instalado no Parque Tecnológico de São José dos Campos – SP, a Electric Dreams já conta com apoio do BNDES, do CNPq e da Fapesp.

A Turbi oferece três opções de veículos: HB20, Nissan Kicks e Mini Cooper S

A Turbi apresentou uma alternativa de car sharing. Por meio de um smartphone, usuários cadastrados no aplicativo da startup têm a possibilidade de localizar, alugar e até abrir as portas de carros automáticos que podem ser utilizados e devolvidos no mesmo ponto.

A startup surgiu em agosto de 2017 com uma frota própria de 30 carros, atuando nas Zonas Oeste e Sul da capital paulista. A ideia, no entanto, é ampliar o número de veículos para 150 até o final de 2018.

A Zazcar também mostrou uma solução de car sharing, com compartilhamento de carros disponíveis em mais de 100 pontos da cidade de São Paulo. O aluguel do automóvel é feito por meio do aplicativo e o cliente paga pelo tempo utilizado e pela quilometragem percorrida.

A startup recebeu no início deste ano, um aporte do FIP Inseed FIMA, fundo de inovação em meio ambiente, gerido pela firma de venture capital Inseed Investimentos, no valor de R$ 7,5 milhões em troca de participação minoritária na companhia.

“Ao lançar esse corredor elétrico, o primeiro a possibilitar uma viagem completa em veículo eletrificado entre São Paulo e o Rio de Janeiro, vamos promover também o desenvolvimento de novas tecnologias e negócios para o mercado de mobilidade elétrica”, destacou Setas.

“A mobilidade premium passa por uma completa modificação em produtos e serviços, que estão cada vez mais eletrificados e digitalizados. É importante ver que startups estão indo nessa direção global também no Brasil”, comentou Boavida.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta