Aquila, o super drone do Facebook movido a energia solar

aquila

O Facebook tem planos para distribuir conectividade e assim, ampliar o acesso à internet para regiões pobres ou afastadas dos grandes centros urbanos e populações que vivem em áreas de difícil acesso. Para isso a empresa está investindo em uma forma, no mínimo, inusitada: uma aeronave não tripulada, movida a energia solar que será capaz de voar a 60 mil pés de altura e permanecer em voo por até 90 dias sem realizar um único pouso.

 

O Aquila, um drone de proporções gigantescas (com a envergadura de um Boeing 737) que se utiliza de um conjunto de painéis solares, fez seu segundo teste na cidade de Yuma, no estado do Arizona nos EUA.

Segundo a empresa, o teste em Yuma teve como objetivo coletar dados para refinar os modelos aerodinâmicos para prever o uso de energia e otimizar o consumo de bateria e o tamanho do painel solar, o que será primordial para que o Aquila consiga manter-se no ar por longos períodos para continuar disparando seu sinal de internet para o solo.

No seu primeiro teste, o Aquila permaneceu no ar por 96 minutos, mas na hora do pouso as coisas saíram do controle e a aeronave caiu. O acidente gerou uma investigação por parte das autoridades do país, que concluíram que a queda foi causada pelo vento.

O Facebook aproveitou o revés para melhorar seu drone de internet em seu segundo teste realizado no dia 22 de maio, que agora foi bem-sucedido. Foram 106 minutos no ar, e o pouso aconteceu sem problemas.

Para evitar o problema do vento, foram adicionados spoilers nas asas para aumentar o arrasto e diminuir a sustentação na hora de pousar. A empresa também incluiu sensores para coletar dados sobre o voo e alterou o software de pilotagem automática, além de um propulsor horizontal que ajuda a parar o drone na hora do pouso.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta