Indústria automobilística projeta quadro otimista para 2019

Anfavea projeta quadro otimista para 2019

O crescimento de 14,6% do mercado interno em 2018 faz a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) projetar um quadro otimista para 2019, com mercado de 2,8 milhões de unidades, incluindo automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus.

O presidente da Anfavea, Antonio Megale, disse que a estimativa leva em conta fatores como controle da inflação, cambio estável, retomada dos investimentos em infraestrutura, aumento da confiança de investidores e consumidores, além da possibilidade real de reformas, como a da Previdência Social.

“Com isso, estimamos uma alta de 11,4% no mercado doméstico neste ano”, afirmou o representante da indústria de veículos. “É um crescimento que consideramos plausível de se atingir com uma alta de até 3% do PIB, confirmado nossa recuperação depois de uma forte crise”, reforçou.

Em dezembro, as vendas atingiram uma média diária de 12.344 veículos, a melhor do ano passado, registrando 234,5 mil unidades comercializadas no mês. Com isso, 2018 terminou  com vendas totais de 2,560 milhões de veículos, perfazendo a boa performance de alta 14,6% sobre os resultados de 2017.  

Se a indústria automobilística realmente alcançar a marca projetada pela Anfavea para este ano, a produção em 2019 deverá atingir 3,14 milhões de veículos, A marca dos 3 milhões não pode ser superada em 2018 devido à queda das exportações para a Argentina, principal parceiro comercial do Brasil no setor.

Em 2018, a produção fechou com 2,89 milhões de unidades – alta de 6,7% ante a 2,69 milhões atingidas em 2017. “Embora a marca de 3 milhões não tenha sido atingida, como prevíamos no início de 2018, o resultado do crescimento mostra que a indústria retomou fortemente a trajetória de recuperação iniciada em 2017”, afirmou Megale.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta