Alstom apresenta o Aptis, uma nova experiência de mobilidade 100% elétrica

A Alstom e a NTL – empresa do grupo Alstom e do BpiFrance, um banco público de investimentos que tem como prioridade investimentos em inovação –  apresentaram dia 9 deste mês, em Duppigheim (Alsácia, França), o Aptis, uma solução de mobilidade inovadora. À medida que as cidades buscam meios de transporte mais inteligentes, mais eficientes e mais conectados, o Aptis já atrai o interesse de clientes na Europa.

Na França, o Sindicato dos Transportes da Ile-de-France (STIF), autoridade que controla a rede de transportes públicos em Paris e na região da Ile-de-France, decidiu lançar dois testes, um dos quais com a RATP, operador de transporte público da região, no segundo semestre de 2017.

A região será o primeiro mercado visado, pois espera-se que tenha um crescimento significativo nos próximos anos, com o objetivo de substituir 80% de sua frota de ônibus.

O Aptis foi desenhado para oferecer às cidades uma solução de sistema de transporte limpa e eficiente. Baseado na expertise da Alstom e da NTL em veículos sobre rodas, eixos, motores e sistemas de tração, o Aptis incorpora as vantagens de um VLT para dentro de um ônibus para melhorar tanto a experiência de passageiros como a operação. Essa é a primeira vez que as duas empresas diversificam em um produto não ferroviário, que irá complementar sua gama de soluções para fornecer aos clientes uma linha inteira de transporte urbano elétrico e, consequentemente, limpo.

O design inovador do Aptis, baseado em um VLT, incorpora a acessibilidade do piso rebaixado e vista 360°. Duas ou três portas amplas permitem um fluxo fácil de embarque e desembarque de passageiros e um fácil acesso para cadeiras de rodas e carrinhos de bebê.

aptis-2

Com quatro rodas dirigíveis, contra duas nos outros ônibus, o Aptis ocupa uma área superficial 25% menor nas curvas, gerando uma integração perfeita com a cidade. Nos pontos de ônibus, isso minimiza o espaço necessário para estacionar, ao mesmo tempo em que oferece ganhos em termos de espaço disponível para outros veículos.

Alstom e NTL fornecerão não apenas o veículo, mas um sistema completo. Isso inclui dimensionamento, opções de carregamento, infraestrutura viária, opções de leasing e garantia, para que as cidades possam integrar a mobilidade elétrica em suas redes de transporte de forma suave e com bom custo-benefício. Graças aos baixos custos de manutenção e operação e uma vida útil mais longa do que a de outros ônibus, o Aptis tem um custo total de propriedade equivalente ao de um ônibus a diesel.

 

“Com o Aptis, completamos nossa oferta de mobilidade elétrica e, agora, podemos oferecer às cidades uma linha completa de soluções urbanas. Foi um grande desafio criar esse conceito inovador, que foi possível graças à agilidade e o conhecimento em veículos sobre rodas da NTL e a expertise da Alstom em tração elétrica e integração de sistemas. Estamos muito orgulhosos de apresentar essa nova solução ambientalmente amigável que revolucionará o transporte urbano,” afirma Henri Poupart-Lafarge, Chairman e CEO da Alstom.

 

O Aptis pode ser carregado à noite no pátio ou rapidamente ao fim de cada linha durante as operações diárias. O carregamento rápido se dá via pantógrafo invertido ou o SRS, o inovador sistema de carregamento rápido pelo solo da Alstom.

Protótipos do Aptis estão sendo fabricados na fábrica da NTL em Duppigheim, na Alsácia, e os componentes chave serão fabricados em cinco unidades da Alstom na França: Saint-Ouen para gestão de projeto e integração de sistema, Tarbes para tração, Ornans para os motores, Vitrolles para SRS e Villeurbanne para componentes elétricos de tração.

 

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta